Animação de loading

O animal do mês de Março é o Lince Euroasiático (Lynx lynx)

Parque Biológico da Serra da Lousã

 O lince euroasiático é um predador, reconhecido pelo seu corpo curto, pernas longas e pés grandes. As orelhas têm na ponta um tufo preto característico, enquanto as patas têm garras retrácteis afiadas. O pêlo é macio e denso e a sua cor varia de acordo com a localização da espécie, normalmente é castanho-amarelada, com um padrão de pintas negras.


A sua alimentação é constituída por coelhos e grandes roedores, sendo mais activos durante a madrugada e ao entardecer.
O lince acasala entre Fevereiro e Março, dando à luz 2 a 3 crias após um período de gestação de 68 dias. Os recém-nascidos pesam entre 300 e 350g e são dependentes da mãe. Os machos não contribuem na criação da prole.


A espécie presente no Parque é o Lince Euroasiático (Lynx lynx), no entanto, a espécie autóctone de Portugal é o lince ibérico (Lynx pardinus). Visto que o parque tem como objectivo dar a conhecer as espécies naturais de Portugal, obter exemplares de Lince Ibérico seria o ideal mas, devido ao seu estado de conservação, não foi possível. Assim, o lince euroasiático é uma boa opção e uma réplica idêntica que contribuirá para realçar a importância da protecção dos linces.


Ao longo do mês decorrem algumas actividades relacionadas com o animal, nomeadamente uma breve apresentação da espécie e uma exposição fotográfica, no Centro de Informação. Para visitas de grupo, os interessados devem fazer uma inscrição prévia, sem quaisquer custos adicionais, entrando em contacto com o Parque.


Apadrinhe um lince e ajude-nos a construir um futuro melhor para os nossos animais’. O apadrinhamento dos animais do parque contribui para a sustentabilidade social e económica do nosso projecto - a preservação de espécies autóctones e a integração social. Assim, o apadrinhamento tem um custo de 60 € (sessenta euros) anuais, recebendo os padrinhos, um comprovativo da sua generosidade e um livre-trânsito que lhes permitirá visitar o parque e observar o animal que apadrinhou sempre que desejar.


O Parque Biológico da Serra da Lousã (PBSL) pertence à Fundação ADFP e tem como objectivos incentivar a biofilía, o gosto e a paixão pela natureza, e também criar postos de trabalho para pessoas vítimas de exclusão, deficientes e doentes mentais. Assim, ao visitar o PBSL, desfruta de um agradável dia em ambiente natural, em contacto com a fauna e flora portuguesas, e está a apoiar um projecto de integração social, com vertentes terapêuticas. 

Comentários