Animação de loading

Residência Gratidão

Abriu em Novembro de 2000, como a primeira Residência Assistida do país, vocacionada para dar resposta a pessoas com doença de Alzheimer e outras demências senis. Apresenta diferentes cores ao longo dos corredores dos 4 pisos (rosa, vermelho, amarelo e verde), facilitando a orientação dos residentes.

A Segurança Social de Coimbra não compreendeu o objetivo inovador da Residência Assistida (com serviço de enfermagem permanente e consultas médicas), não protocolando a valência. Quatro anos depois a Residência Gratidão foi pioneira em cuidados continuados, tendo criado 15 camas ao abrigo do decreto-lei n.º 281/2003, de 8 de Novembro, em cooperação com o Ministério da Saúde. Integrou a experiência-piloto da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados em Novembro de 2006. Possui 36 camas de longa duração, e 30 em média duração.