Animação de loading

Iniciativa da Fundação ADFP em parceria com a ​Associação Salvador

Espetáculo de marionetas “A Casa da Árvore” superou expetativas

“A Casa da Árvore – a inclusão nas nossas mãos”, espetáculo de marionetas da autoria da atriz e encenadora Ângela Ribeiro, em representação da Associação Salvador, numa parceria com a Fundação ADFP, superou todas as expetativas​.​

​Decorreu ​no Cinema de Miranda do Corvo, ​no ​dia 18 de Abril​.​

​A Fundação ADFP organizou duas sessões em Miranda do Corvo, uma primeira para os seus utentes e a segunda dirigida à comunidade. ​Participaram cerca 80​ crianças a partir dos 3 ​anos​, ​das valências ​d​e​ Centro Infantil, ​Centro de ​A​tividades de Tempos Livres e L​ar de Infância e Juventude.

O espetáculo em que Ângela Ribeiro é uma one woman show, pois é autora do cenário, construtora das marionetas, escreve o texto de uma forma muito curta, direta, e contundente, e interpreta as várias personagens, leva a uma adesão e participação das crianças instantânea.

“A Casa da Árvore – a inclusão nas nossas mãos”, tem personagens e contextos alusivos à temática da deficiência motora, inclusão, valorização da diferença, respeito. Promove e defende os direitos universais e exemplifica o poder que cada um tem para gerar mudança no mundo.

Ângela Ribeiro não ficou verdadeiramente surpreendida pela adesão das crianças, ela que desde Dezembro de 2017 começou a representar o espetáculo para a Associação Salvador:

“Tenho feito alguns espetáculos em Lisboa e agora quero começar a percorrer o país, em muitas escolas, com a mesma adesão daqui, concebi o espetáculo para obter uma dinâmica apurada, com muita interatividade”, afirmou Ângela Ribeiro

A iniciativa deste espetáculo, que se repetiu à noite, aberto a toda a comunidade, e depois atuou também no dia seguinte, no Colégio St’.Pauls, em Coimbra, foi da Associação Salvador, uma IPSS que atua na área da deficiência motora, acolhida pela ADFP no âmbito de uma parceria, com estas ações ​que decorreram em Miranda do Corvo.

A Associação Salvador tem como missão promover a integração das pessoas com deficiência motora na sociedade e melhorar a sua qualidade de vida.

Este espetáculo de Marionetas foi criado a pensar em todas as crianças do Pré-escolar, 1º e 2º ano e cada espetáculo teve a lotação máxima de 60 crianças, com duração de 30 minutos, seguida de debate com 10 minutos, muito participativo, para consolidação dos conteúdos.

Tags
Comentários