Animação de loading

Fundação ADFP recebeu novo e importante Galardão Nacional

Fundação ADFP recebeu novo e importante Galardão Nacional É uma das 11 instituições premiadas com a Marca Entidade Empregadora Inclusiva

A Fundação ADFP de Miranda do Corvo foi galardoada na sua 1ª edição, com o prémio Marca Empregadora Inclusiva, sendo uma das 11 candidaturas apuradas entre 99, tendo-o recebido através do seu vice-presidente Quirino São Miguel, numa cerimónia que decorreu dia 20, no Teatro Thalia, em Lisboa.

O Prémio, bianual, foi instituído pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, tendo como parceiros a Associação Portuguesa de Ética Empresarial, a Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas, e o Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável.

A Fundação ADFP foi galardoada “devido às boas práticas”, lê-se numa nota do júri da organização, que enaltece “o grande número de trabalhadores com deficiência e incapacidade, o registo de progressão nestas carreiras, a existência de funcionários com vários tipos de ‘handicap’, a cedência de espaços para habitação, devidamente adaptados às necessidades dos colaboradores que adquiriram deficiência e incapacidade, e a adaptação de espaços para o regresso ao trabalho".

O júri considera a Fundação ADFP “um empregador onde existe a promoção de uma cultura de inclusão, através da formação de chefias e administração”.

Recorde-se que mais de 30% dos colaboradores da Fundação são portadores de deficiência e/ou doença mental, alguns dos quais em cargos de chefia, e cuja maioria iniciou o seu processo de integração no mercado de trabalho com o ingresso em percursos de formação profissional na Instituição. 

Está na cultura da Fundação ADFP a inclusão das pessoas com necessidades especiais, tendo até editado o livro “Os nossos campeões”, a histórias dessas pessoas, que nalguns casos não conseguiriam viver sem ajuda de terceiros, mas são assim excelentes profissionais.

A iniciativa do IEFP pretendeu “impulsionar a adoção de práticas de gestão que garantam maior igualdade no acesso, manutenção e progressão na carreira das pessoas com deficiência e incapacidade”, podendo as instituições premiadas usar esta Marca Entidade Empregadora Inclusiva durante os próximos dois anos.

Na sessão de abertura, interveio o Presidente do Conselho Diretivo do IEFP, António Valadas da Silva, e após uma atuação do Coro da Casa do Pessoal do IEFP, interveio a Presidente do Júri da Marca Entidade Empregadora e, no final, interveio também a Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.