Animação de loading

Fundação ADFP celebra 23º aniversário

A 5, 6 e 7 de Novembro em Miranda do Corvo

O 23º aniversário da Fundação ADFP celebra-se nos próximos dias 5, 6 e 7 de Novembro com um extenso programa de actividades.


Na sexta-feira dia 5, pelas 20h00, terá lugar o jantar de aniversário abrilhantado com um espectáculo musical no qual participam os alunos da Escola C+ S José Falcão e a Orquestra de Sopros de Coimbra. Pelas 24h00 serão sopradas as velas do bolo de aniversário.


Dia 6, sábado, pelas 17h00 está previsto o descerramento da lápide comemorativa da conclusão das obras de remodelação para a creche do Centro Social do Senhor da Serra e uma visita às obras da Residência do Cristo Redentor. Sempre na mesma localidade, pelas 18h00 haverá a abertura solene das aulas da Universidade Sénior, com uma aula ministrada pelo Eng. José Veludo, mestre pela Faculdade de Economia de Coimbra, ex-dirigente da UGT (União Geral dos Trabalhadores) sobre o futuro da segurança social em Portugal. Pelas 19h00 será a vez do Grupo de Cavaquinhos, Grupo Coral da Universidade Sénior realizar um espectáculo, que culminará com um bolo de aniversário.
 

No domingo, dia 7, e só para mulheres inscritas, numa parceria entre o Clube da Mulher e a Câmara Municipal de Miranda do Corvo, realizar-se-á uma viagem a Lisboa para assistirem à peça de teatro “Apanhados na Rede”.
 

A Fundação ADFP é uma Instituição Privada de Solidariedade Social sem fins lucrativos, reconhecida como de Utilidade Pública desde 1989.


Com sede em Miranda do Corvo, a Fundação ADFP estende o seu raio de acção a vários concelhos do distrito de Coimbra e assegura valências e serviços culturais nos concelhos de Coimbra, Penela, Lousã, Góis e Penacova, congregando mais de 2.500 sócios. As pessoas que regularmente utilizam os serviços da Fundação ultrapassam as 3.400. Este conjunto integra as 260 pessoas (idosos, deficientes, doentes crónicos e mentais, mulheres maltratadas e crianças) que vivem nas nossas residências, esperando-se que até ao final do ano esse número atinja as 320 pessoas.


Apoiamos deficientes, doentes crónicos e mentais, inadaptados, crianças, jovens e idosos, desempregados de longa duração, pelo propósito de dar expressão ao dever de solidariedade entre as pessoas, bem como pela completa integração do indivíduo na sociedade.

 

Recusamos ser um gueto de pessoas com carências. Possuímos valências sociais, serviços de saúde, secções culturais, recreativas e desportivas.


Apostamos numa lógica de desenvolvimento regional, tendente à criação de riqueza, postos de trabalho e combate à pobreza, no qual se enquadra o Parque Biológico da Serra da Lousã, em parceria com o município de Miranda do Corvo.


A Fundação ADFP tem como objectivo último promover a qualidade de vida (física, psíquica, económica e social) de vários grupos sociais - crianças, jovens, adultos desfavorecidos, deficientes, doentes mentais, doentes crónicos e idosos.

Comentários