Animação de loading

Fundação ADFP apoiou jovem paraplégica após nascimento da filha

A Residência Cruz Branca apoiou uma jovem mãe paraplégica, após o nascimento da sua filha, por solicitação e orientação da maternidade Bissaya Barreto em Coimbra.

A Residência Cruz Branca, da Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, apoiou uma jovem mãe paraplégica, após o nascimento da sua filha.

Este apoio foi dado por solicitação e orientação da maternidade Bissaya Barreto em Coimbra, onde o parto ocorreu.

Na Residência Cruz Branca, onde funciona o Centro de Apoio à Mulher e á Vida, foi possível dotá-la de competências no que toca aos cuidados a prestar a uma recém-nascida, enquanto a família pode criar as condições para receber as duas.

O Centro de Apoio à Mulher e à Vida destina-se ao acolhimento temporário de mulheres grávidas e/ou com filhos que se encontrem em situações de vulnerabilidade social ou de pobreza.

A Fundação considera muito importante apoiar mulheres grávidas, criando condições para levarem a gravidez a termo, razão porque criou este centro, que também visa ajudar mães a manterem -se junto dos filhos, impedindo que a pobreza seja causa de separações familiares.

A Fundação tem como objetivo apoiar pessoas com deficiência promovendo a sua integração e inclusão social e laboral. Através da adequação dos meios humanos, materiais e financeiros disponíveis, a Instituição compromete-se a garantir o bom funcionamento desta resposta social e assegurar o bem-estar dos utentes e o respeito pela sua dignidade humana.

A Fundação deseja as maiores felicidades a mãe e filha neste retorno à família.