Animação de loading

As duas entidades assinaram protocolo de cooperação

Presidente da Escola Superior Agrária de Coimbra visitou Fundação ADFP

João Noronha, presidente da Escola Superior Agrária de Coimbra, visitou no dia 18 de abril, a sede e infraestruturas do sector agropecuário e florestal da Instituição. Declarou-se “muito bem impressionado, já que não conhecia a Fundação, com todas as valências que oferecem”.


João Noronha depois de visitar as principais valências sociais, e tendo encontrado no percurso antigos alunos, seguiu para as vinhas que a Fundação tem em Lamas, estufas da plantação agro biológica no Cadaixo, e a Adega, ainda em montagem na Zona Industrial.


Visivelmente impressionado com a dimensão e qualidade do sector produtivo, nomeadamente na área de vinha e agricultura, demonstrou disponibilidade em operacionalizar a parceria com estágios curriculares e recursos técnicos do ESAC no âmbito dos cursos ministrado e trabalho da Fundação ADFP.


Durante o almoço, com a equipa técnica que o acompanhou na visita e o presidente do Conselho de Administração, Dr. Jaime Ramos, foi-lhe dado a conhecer outros projetos em que o ESAC podia apoiar tecnicamente a Fundação ADFP, nomeadamente a Queijaria e o Fumeiro, e na investigação para a produção de licores.


Assinado o protocolo, João Noronha afirmou que “A Escola Superior Agrária tem tido já bastante colaboração através da nossa docente Carmen Lopes, e estamos já há bastante tempo a finalizar este protocolo, que só não foi antes por falta de tempo e de oportunidade. Só hoje é que pudemos cá estar para formalizar e pensamos que no Parque Biológico bem como na situação agrícola, o ESAC terá todo o interesse em manter essa colaboração, que aliás faz parte da nossa missão trabalhar com os parceiros locais”.


Da parte da tarde, continuou a visita no Parque Biológico da Serra da Lousã e Espaço da Mente, tendo afirmado que “Toda a filosofia que eu vi, que está por trás da instituição, pareceu-me bem e na verdade fiquei agradavelmente surpreendido”.


A Fundação ADFP já demonstrou a sua disponibilidade em acolher estágios curriculares deste estabelecimento de ensino, como solicitou formalmente ao ESAC o apoio técnico no desenvolvimento da atividade de queijaria e fumeiro (a concretizar quando a autarquia desbloquear o processo de licenciamento que se arrasta há mais de 2 anos) e na produção de licores e vinhos.

Comentários