Animação de loading

Secretário de Estado da Cultura inaugura Espaço da Mente

Dia 9, pelas 16 horas

No próximo dia 9 de junho, o Secretário de Estado da Cultura, Dr. Jorge Barreto Xavier, participa da inauguração do Ecomuseu Territorial de Miranda do Corvo.

Programa:
16h00 – Visita Centro Social Comunitário;
17h00 - Visita ao Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais
17h30 – Inauguração Espaço da Mente

A visita terá início no Centro Social Comunitário, a partir das 16h00, com uma passagem pelas áreas sociais e de saúde. Segue-se uma visita ao Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais, agendada para as 17h00, e pelas 17h30 será inaugurado o Espaço (da) Mente.

O Espaço da Mente é o centro do Ecomuseu Territorial, um equipamento pluridisciplinar que cruza várias áreas de conhecimento (biologia, antropologia, história e astronomia) com a mostra de peças em desuso e recolhidas entre a população local.

O Espaço da Mente pretende originar uma reflexão sobre o homem assente no corpo, mente e espírito, com especial relevo ao valore humanistas. A vida presente em todas as espécies presentes no Parque obrigam a indiciarem que o homem é um igual mamífero, primata, macaco, resultado da evolução evidenciada.

Os objetos que constituem o espólio revelam a diferenciação do homem graças à mente que lhe permite criar utensílios​, só possível com o domínio Liberade​.​ É feita uma apologia a várias liberdades, desde da liberdade de amar à liberdade de alma, passando pela política, imprensa, criação...

Do Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais fazem parte oficinas tradicionais de Tecelagem, Vime e Cestaria, Olaria, Sapataria, Empalhamento de Vasilhame e Vidro, que integram cerca de 45 pessoas com incapacidade, doença mental e/ou exclusão social. Alguns dos monitores entraram enquanto formandos e hoje são os responsáveis de produção.

Sobre a Fundação ADFP:
A Fundação ADFP – Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, é uma Instituição de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, criada em 1987 e sediada em Miranda do Corvo.

A Fundação ADFP investe em pessoas através da criação e inovação de respostas sociais, orientadas para o convívio intergeracional. Trabalha na integração de crianças, jovens, mães vítimas de maus tratos, idosos, minorias étnicas, pessoas com deficiência e/ou doença mental, bem como na promoção do desenvolvimento local sustentado.

Comentários