Animação de loading

O objetivo deste projeto é melhorar o aproveitamento escolar das crianças e permitir descobrir talentos nos alunos evitando o desperdício de inteligência.

Fundação ADFP vence concurso da EDP e VISÃO com projeto Mentes Brilhantes.

O objetivo deste projeto é melhorar o aproveitamento escolar das crianças e permitir descobrir talentos nos alunos evitando o desperdício de inteligência.
Foram mais de 300 as ideias em competição e o projeto da Fundação ADFP ficou nas 10 ideias vencedoras do concurso.

“Todos queremos um bairro melhor” é o concurso promovido pela EDP e Revista Visão com o alto patrocínio da Presidência da República que pretende melhorar a vida das localidades e populações de todo o país. Qualquer cidadão ou entidade poderia concorrer submetendo uma ideia com impacto na comunidade, que fosse criativa, inovadora e que se apresentasse como sustentável. O Mentes Brilhantes concorreu e ganhou.
O projeto Mentes Brilhantes tem como objetivo descobrir talentos nas crianças das escolas do concelho de Miranda. A Fundação ADFP acredita que Portugal não pode continuar a desperdiçar a inteligência pelo que é necessário acuações que possibilitem descobrir " mentes brilhantes " nas nossas escolas. O método passa por ensinar ciclos de estudos avançados na área das ciências e pelo apoio psicológico a crianças. O projeto tem-se desenvolvido a nível da pré-escola, no Infantário da ADFP, com a matemática e com os restantes cursos a nível do primeiro ciclo. A Fundação ADFP pretende alargar o projeto a outros ciclos desde que consiga o financiamento necessário a suportar os custos.
Ao todo foram 324 candidaturas submetidas de Norte a Sul do país que estiveram em competição. A 1.ª fase decorreu de Janeiro a 10 de Abril através de uma votação online para a escolha das 50 melhores ideias. Nesta etapa o Mentes Brilhantes apurou-se com um total de 307 votos.
Na 2.ª fase o júri composto por elementos da EDP, Visão e entidades independentes elegeram as melhores ideias. A lista dos 10 projetos vencedores foi conhecida a 17 de Abril e dela faz parte o Mentes Brilhantes. O Projeto que conta com parceiros como o Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo, da Associação de Pais, do Instituto Educação e Cidadania e Câmara Municipal, Caixa de Credito Agrícola e outras empresas, irá receber um prémio pecuniário. O prêmio será destinado na íntegra á concretização do projeto que a fundação ADFP tem suportado com alguns apoios de empresas e autarquia local.
O galardão agora alcançado pelo projeto Mentes Brilhantes realça a excelência pedagógica, mérito social e inclusivo que se vem afirmando com esta intervenção nas Escolas do Concelho. Mais do que o valor pecuniário recebido, representa o reconhecimento de entidades nacionais de um projeto que desde Setembro vem ajudando mais de 100 alunos. E quer continuar a crescer.

Esta não é a primeira distinção nacional recebida pela Fundação ADFP com o projeto Mentes Brilhantes. Em Novembro de 2014, no âmbito do concurso “Mundar”, a Fundação Calouste Gulbenkian já havia premiado o projeto que pretende descobrir e potenciar os talentos dos alunos, ao mesmo tempo que promove o sucesso escolar. A Fundação ADFP admite poder alargar o projeto a outras escolas desde que consiga os apoios necessários.
 

Comentários