Animação de loading

Vem aí o Solista

No Ciclo de Cinema sobre Saúde Mental em Miranda do Corvo

Promovido pela Fundação ADFP, o Ciclo de Cinema sobre Saúde Mental prossegue com o filme "O Solista", drama anglo-americano do realizador Joe Wright, dia 10 de Janeiro, pelas 18h00, com entrada livre no Cinema de Miranda do Corvo.

No cinema da vila, o filme será depois comentado por Sónia Mairos Ferreira, licenciada em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Assistente na Universidade de Coimbra, tendo então lugar um debate.

Steve Lopez (Robert Downey Jr.) é um colunista famoso do Los Angeles Times e vive em busca de uma história incomum. Um dia  ouve na rua uma música e descobre Nathaniel Ayers (Jamie Foxx), um dos milhares de sem abrigo das ruas de Los Angeles, tocando muito bem num violino de apenas duas cordas.  O músico, que há 30 anos fora um promissor aluno de contra-baixo na famosa Julliard School, foi vencido por um esgotamento mental, e agora esquizofrénico, sonha em tocar num grande concerto e é um eterno apaixonado por Beethoven. Lopez prepara uma coluna sobre sua descoberta e recebe de um leitor, como doação, um instrumento para o músico. É o começo de uma amizade que poderá mudar para sempre suas vidas.

O primeiro filme deste ciclo foi “O Guia para um final feliz” (2012), de David O. Russel, a 27 de Setembro, que foi comentado por Pires Preto, antigo diretor clínico do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Coimbra, e o imediatamente anterior foi exibido a 6 de Dezembro último, “Uma mente brilhante” (2001) de Ron Howard, com Russel Crowe no papel de um cientista esquizofrénico, comentado por  Luísa Brito, da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

Este ciclo visa por uma lado sensibilizar as pessoas para os problemas da saúde mental e, por outro lado, contribuir para a formação nesta área, com o recurso a comentários de especialistas e abertura do debate à comunidade.

A Organização Mundial da Saúde considera a saúde mental global uma das suas prioridades, causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socio-económicos. As perturbações de natureza mental estão a crescer e os distúrbios mentais, independentemente da sua gravidade são, e serão cada vez mais, a nova grande endemia do século. A depressão é a segunda causa de incapacidade na União Europeia.

Com respostas inovadoras na área da saúde mental, a Fundação ADFP dispõe dos serviços Diferente/ Igualmente, Serviço Comunitário de Saúde Mental, Fórum Sócio Ocupacional , tendo 46 utentes na residência Coragem (na sede),  21 na Unidade de Vida Apoiada (residência Tolerância no edifício do Cinema), 20 na residência Igualdade (Rio de Vide) e 44 na residência  Esperança (Godinhela). Recentemente foi inaugurado o Fórum Sócio Ocupacional do Senhor da Serra para 23 utentes.

 

A Técnica Responsável

Patrícia Fernandes

Comentários