Animação de loading

Crianças de 3 anos ouviram a história do “pinto careca” na Fundação ADFP

No Dia Mundial das Bibliotecas

Numa iniciativa da Biblioteca Fixa da Fundação ADFP, para assinalar o Dia Mundial das Bibliotecas, um grupo de crianças da sala dos 3 anos do Infantário, ali esteve para ouvir a história do “pinto careca”, contada pela estagiária Ana Luísa, dia 1 de Julho.

Um breve momento de partilha da leitura que, nas sociedades contemporâneas assume papel fundamental na promoção do desenvolvimento, seja ele cultural, científico, político ou económico dos povos e indivíduos. Daí a reflexão profunda que se tem feito para incentivar e motivar as pessoas para a leitura, sobretudo crianças e jovens que ainda não criaram e enraizaram esse hábito enriquecedor.

Biblioteca é uma palavra composta, de origem grega, que significa depósito de livros, mas de forma mais abrangente, todo espaço (concreto, virtual ou híbrido) destinado a uma colecção de informações, sejam escritas em folhas de papel (livros, monografias, enciclopédias, dicionários, manuais) ou ainda digitalizadas e armazenadas em outros tipos de materiais, tais como CD, fitas, VHS, DVD e bancos de dados.

Em 2001, a Fundação ADFP assumiu o desafio de manter a biblioteca itinerante quando a Fundação Gulbenkian decidiu cancelar o seu serviço. A fundação adfp, perante o abandono pela gulbenkian deste serviço cultural , assumiu o fundo bibliográfico de cerca de 30 mil livros e a viatura. A Fundação adfp também criou na sede uma Biblioteca Fixa, servindo funcionários, formandos e utentes da instituição, bem como a população em geral.

Através de protocolos estabelecidos com as Câmaras Municipais de Coimbra, Góis, Miranda do Corvo e Penela, e ainda com as Juntas de Freguesia de Casal de Ermio e Serpins, a instituição continua a permitir que as populações de 62 localidades possam ter acesso gratuito ao livro.

As duas unidades têm actualmente cerca de 3200 leitores inscritos, e levam a cabo um programa designado Ano Zero da Leitura, que leva o livro a todos aos Jardins de Infância das localidades que visita. Desde 2011 foi criado o projecto de animação “No meu tempo é que era” direccionado para os idosos em lares e centros de dia.

O serviço dispõe actualmente de um fundo de cerca de 40 mil livros, acesso às novas tecnologias e uma viatura moderna que permite o acesso a pessoas de mobilidade reduzida. A biblioteca da Fundação ADFP integra a Rede de Bibliotecas de Miranda do Corvo desde 2009.  

 

 

Comentários