Animação de loading

Centro Social de Lamas realiza festa temática alusiva aos anos 70

Utentes do Centro de Dia vestiram-se a rigor para a ocasião e dançaram ao som dos temas que marcaram a época

18 Agosto 2022 | Social, Idosos

Na passada semana, realizou-se no Centro Social de Lamas uma festa temática alusiva à década de 70, onde os utentes se vestiram a preceito conforme a época, e onde não faltou boa disposição e animação.  

A década de 70 foi marcada por inúmeros acontecimentos históricos a nível mundial, quer sejam eles económicos, políticos, científicos, tecnológicos, sociais, etc.  Em Portugal, por exemplo, a Revolução dos Cravos, a 25 de abril de 1974.

Nesta época, surgia a defesa do meio ambiente, e houve também um crescimento das revoluções comportamentais da década anterior. Muitos consideram a "era do individualismo", onde eclodiam também os movimentos músicos das discotecas, e também do experimentalismo na música erudita. 

Pela televisão, o mundo tornou-se também infinitamente menos secreto e mais aberto, inovador e revolucionário, com o surgimento de vários filmes e várias séries marcantes a nível internacional, e mesmo a nível nacional, que ditavam muito a moda da época, pela maneira como os atores e protagonistas televisivos se vestiam. 

A moda dos anos 70 foi proferida pela iconografia da música e da cultura que irradiavam nos jovens de todo o mundo nessa época. A ordem do dia era gastar pouco, e isso influenciava toda a estética da moda com xailes antigos, uniformes vintage e peças de lojas de caridade ganhavam adaptações com técnicas de tie-dye, crochês, bordados e missangas exóticas, e ainda o surgimento dos perfumes com aroma de patchouli, uma pequena folha de cor verde ou acastanhada, originária da Indonésia e Filipinas. 

Por isso mesmo, os utentes do Centro de Dia de Lamas vestiram-se a rigor, e deram uso à famosa roupa de ganga, seja em camisas, casados, ou calças, os famosos jeans largos da altura, aos vestidos e blusas com padrões às bolas, de várias cores, aos lenços com padrões diversos e coloridos, e ainda aos bonitos e diversificados óculos de sol. 

Durante a festa, a música ouvida era sobretudo as dos icónicos clássicos portugueses da época, tais como as Doce, os Trovante, UHF, Táxi, e ainda os ícones estrangeiros tocados pelos Queen, AC/DC, Eagles, etc.  

No final, como sempre, foram brindados com um belo lanche para terminar a festa, como se diz em bom português "em beleza". 

O Centro Social de Lamas da Fundação ADFP tem como respostas sociais um Centro de Dia que conta com 18 utentes, estando ainda também presente com o Serviço de Apoio Domiciliário a prestar os mais diversos cuidados, alimentação, e companhia para os idosos.  

A Fundação ADFP, a mais eclética e inclusiva organização nacional, é uma Instituição de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, que associa às suas atividades de assistência social, saúde, educação, formação profissional, cultura, desporto, investimentos na agricultura e turismo com propósito.  

Em 2021 a soma de utentes sociais, saúde, educação, cultura, colaboradores e clientes da área do turismo envolveu mais 70 mil pessoas, número que se espera ultrapassar este ano, e que mostra o enorme impacto social de uma organização que investe com bondade em pessoas.