Animação de loading

Realizou-se uma Poule de Clube

No Centro Hípico de Miranda do Corvo concurso de saltos

No passado Domingo realizou-se no Centro Hípico de Miranda do Corvo, parte integrante do Parque Biológico da Serra da Lousã, um concurso hípico de clube. Iniciou-se pelas 11h00 com a prova de ensino e prosseguiu durante a tarde com a prova mais esperada, a prova de saltos de obstáculos.

A prova de saltos compôs-se em três partes: uma primeira prova de 0,50 metros, uma segunda de 0,80 metros e por fim de 1 metro de altura. Na prova de 0,50 m ficou em primeiro lugar Ana Dias, seguida de Diogo Santos, montados nos equinos Diana e Giló da Paiva, respetivamente. Na prova de 0,80 m, destacou-se José Miguel montando o equino Diana e em segundo Agna Serra , terceiro e quarto lugar ficaram colocados, Ellie Evans e Aniano Círilo, respetivamente. Por fim, na prova de obstáculos de 1 metro de altura, o primeiro lugar foi conquistado por Jorge Moreira com o cavalo Diamante, seguido de Mariana Cirilo em Asterix (2º lugar), Maria Círilo montando Thunder(3º lugar), Rui Rosa com C-Ugaf (4º lugar), Pedro Rodrigues no Ulham(5º lugar) e novamente Rui Rosa montando um segundo cavalo encerra a classificação.

No próximo dia 3 de Maio, realizar-se-á no mesmo local a prova do campeonato regional centro, a partir das 14h00 com acesso gratuito para o público, ao Centro Hípico de Miranda do Corvo.

O Centro Hípico de Miranda do Corvo integra o Parque Biológico da Serra da Lousã, um parque temático com a mais completa coleção de Vida Selvagem de Portugal, Quinta Pedagógica com raças nacionais, Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais com oficinas de artesanato e loja de venda, Ecomuseu, Museu da Tanoaria e Restaurante Museu da Chanfana. Recentemente abrimos ao público o Espaço da Mente com mini auditório e planetário, e em fase final de construção está o Hotel Parque Serra da Lousã 4*.

À defesa do património natural e cultural do nosso país, alia-se uma forte componente social, na medida em que emprega e ocupa cerca de 75 pessoas com deficiência e/ou doença mental, reconhecido em vários prémios nacionais.

O Centro Hípico de Miranda do Corvo, criado em 1993, numa iniciativa filantrópica da Fundação ADFP, mas uma entidade jurídica com gestão independente por pessoas da comunidade. Era inovador pela sua localização fora das periferias das grandes cidades e em contexto rural, e o primeiro a desenvolver a equitação adaptada e hipoterapia.

Foi um cavaleiro e treinador deste Centro Hípico que representou Portugal nos Jogos Paralímpicos de Atenas, na primeira vez em que o país esteve presente na categoria de equitação adaptada.

Em Março viu ser eleito um novo corpo diretivo. A Direção conta com o presidente José Luís Santos Dias, empresário mirandense. O Vice-presidente é Adérito Lamas, tesoureira Nancy Rodrigues, secretários Luís Rodrigues e Juliana Simões, vogais José Piedade Gonçalves e Ana Dias. Carlos Ferreira mantém-se como Presidente da Assembleia geral, tendo Jorge Caetano como Vice-Presidente. A mesa da Assembleia Geral é ainda composta por Gonçalo Cameira e Vasco Costa. O Conselho Fiscal é presidido por Carlos Torres, secretários Rui Rosa e Silvianne Suillen.

O Centro Hípico desenvolve, para além das atividades equestres terapêuticas para pessoas com deficiência e/ou doença mental, apensamento para cavalos privados, aulas de equitação individualizadas para crianças e adultos, desenvolve atividades integradas no âmbito do Parque Biológico da Serra da Lousã, como o passeio de charrete e a iniciação à equitação. 

Comentários