Animação de loading

50.000€ para a Fundação ADFP

Prémio BPI Capacitar

O Júri do Prémio BPI Capacitar 2011, atribui á Candidatura “Lar de Apoio à Integração Profissional de Deficientes” uma menção honrosa, no montante de 50.000,00€, resultante do “elevado valor social reconhecido ao vosso projecto para melhoria da qualidade de vida e integração na sociedade, de pessoas portadoras de deficiência ou incapacidade permanente”. 


A Fundação ADFP, com 24 anos de intervenção social, com especial incidência no apoio a pessoas com deficiência ou doença mental, viu recentemente as valências de Lar de Apoio, Lar Residencial e Centro de Actividades Ocupacionais, todas elas de apoio à deficiência e doença mental, reconhecidas com certificado de qualidade pela norma EQUASS. 


A primeira representação Paralimpica portuguesa em Equitação, teve lugar em Atenas com um atleta/funcionário da Fundação. Em 2007 recebemos o 1º Prémio Nacional na categoria de Investimento Humano do European Enterprise Awards, em 2010, o 1º Prémio Hospital do Futuro na categoria de Serviço Social pelo apoio a doentes mentais, o Prémio Dirigente do Ano pela SocialGest ao Presidente do Conselho de Administração Dr. Jaime Ramos. A Universidade Sénior obteve um primeiro prémio no Concurso de Cultura Geral das Universidades Seniores e venceu a VIII edição do Festival de Grupos Musicais Seniores.


O reconhecimento público reflecte-se na visita e intervenção de personalidades de relevo, tais como o Ruy de Carvalho, Alto-Comissário para a Terceira Idade – “uma obra espantosa, por aquilo que vi e pelo que lá se faz”; D. Ximenes Belo, Nobel da Paz – “pelo carinho prestado aos nossos irmãos necessitados, Parabéns pela vossa sensibilidade”; Fernando Nobre, Presidente da AMI – “já vi muita coisa em todo o país mas nunca vi melhor”; Cavaco Silva, Presidente da República referiu a Instituição como exemplo de boas práticas aquando do Roteiro para a Inclusão. 


Os prémios nacionais e os reconhecimentos públicos são motivo de satisfação para dirigentes e colaboradores da Fundação ADFP e constituem um estímulo para continuar um trabalho de inovação social que associe a bondade dos prestadores à sua qualidade técnica.


A Fundação ADFP vê agora novamente reconhecida a sua actuação nesta área, recebendo um importante contributo monetário de incentivo à implementação deste projecto, que se configura como um suporte fundamental para o reforço de competências das pessoas com deficiência e via de acesso a um “Emprego Apoiado”. Mais de 20% dos funcionários da Fundação são pessoas com necessidades especiais, alguns dos quais liderando alguns posto chave na hierarquia funcional.


O novo Lar, a construir no Centro Social Comunitário Dr. Jaime Ramos, através da remodelação das antigas oficinas de artesanato, que foram deslocalizadas para o Parque Biológico da Serra da Lousã, terá uma área de construção de 1230m2, para 26 residentes, que assim poderão ter acesso à Formação Profissional Inicial ou à sua Reabilitação funcional, usufruindo de todo um apoio multidisciplinar e integrado, facilitador do futuro acesso ao mercado normal de trabalho.


Trata-se de um investimento que rondará os 500.000,00€, razão pela qual a Fundação ADFP necessitará de garantir outras vias de financiamento, públicas (QREN e/ou Segurança Social) ou privadas, para concretização desta Obra e, simultaneamente, ver concedidos os acordos de cooperação com a Segurança Social, para o recém inaugurado Lar de Idosos “Cristo Redentor”, no Senhor da Serra, como forma de tornar este próprio investimento mais sustentável. 


A Fundação espera também conseguir da parte do Município o compromisso de que a construção possa obter regras de apoio iguais às concedidas ao Lar Dr. Clemente de Carvalho, na Pereira e da Misericórdia de Semide. 

Comentários