Animação de loading

“A Fundação ADFP é inspiracional pela prática de valores civilizacionais”

Clube Unesco de Aveiro visitou Clube Unesco Trivium em Miranda do Corvo

A arqueóloga Sónia Felipe, do Clube UNESCO de Aveiro visitou recentemente o Clube Unesco Trivium e a Fundação ADFP, de quem disse ser “inspiracional pela prática de valores civilizacionais, como o atestam os nomes que dá às suas valências”.

Sónia Felipe, que vinha acompanhada do geólogo Paulo Morgado, teve como cicerones Jaime Ramos, presidente do Conselho de Administração da Fundação e Nancy Rodrigues do Gabinete de Inovação e Parcerias, para além da visita à sede da Fundação, esteve também no Espaço da Mente:

“O Espaço da Mente é importante pela forma como expõe a memória comunitária, enquanto herança”, afirmou.

Já em relação ao Templo Ecuménico Universalista em construção, a arqueóloga do Clube Trivium de Aveiro ligou-o às obras de requalificação do Calvário:

“No decorrer das obras de requalificação do Calvário foi dada a conhecer a existência de uma necrópole cristã e muçulmana que coexistiram, o que comprova que a história vem reforçar a importância do diálogo inter-religioso e intercultural para a procura da paz no mundo”.

Recorde-se que a Comissão Nacional da UNESCO criou, com a Fundação ADFP, um clube (Trivium) para o desenvolvimento de iniciativas que congreguem pessoas sem olhar a idade, género, etnia ou extrato social, promovendo a igualdade, liberdade e fraternidade entre todos.

Os Clubes UNESCO constituem-se como um prolongamento da ação da Comissão Nacional a nível local. O Clube UNESCO Trivium opera no âmbito de atividades do Parque Biológico da Serra da Lousã, Espaço da Mente e Templo Ecuménico Universalista.

Comentários