Animação de loading

Residência Cristo Redentor aposta no convívio intergeracional em 2013

Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e Solidariedade entre Gerações

Dando sequência às atividades do ano passado, a Residência Cristo Redentor, no Senhor da Serra, continua a apostar no convívio intergeracional entre idosos e crianças no início de 2013.

No dia 3 de Janeiro os idosos aceitaram o convite feito pela Escola Ferrer Correia para assistir ao espetáculo "A caminho do Natal" e para visitarem a mostra de árvores recicladas, onde se encontrava em exposição a árvore elaborada pelos utentes do Lar de idosos da Fundação ADFP..

Os idosos da Residência e as crianças da Creche do Senhor da Serra visitaram o presépio vivo do Parque Biológico da Serra da Lousã no dia 4, envolvendo-se miúdos e graúdos naquela recriação primorosa de uma aldeia dos arredores de Jerusalém, e ainda aproveitaram o dia soalheiro para darem um passeio pela quinta pedagógica.

Para encerrar a época natalícia, os idosos do lar e os meninos da creche assinalaram o dia de Reis através da confecção de broinhas de Natal e de um lanche partilhado entre pequenos príncipes e reis anciões.

Relativamente a estas valências há que referir que a Creche, inaugurada em Setembro de 2011, com capacidade para 30 crianças e uma área de 350m2, è constituída por: Gabinete Administrativo / Acolhimento, Instalações Sanitárias para o pessoal, Instalações Sanitárias para Deficientes, Instalações Sanitárias para Crianças em que a zona para se guardar os bacios será de baixo da banca de mudas, Refeitório, Berçário, 2 Salas de Atividades, Hall, 2 Arrumos para Catres, Sala de Pessoal / Espaço de Isolamento e Compartimento Técnico. 

Por sua vez, o Lar tem vindo a crescer de dia para dia e já conta com 46 utentes, de ambos os sexos, havendo ainda vagas disponíveis. Note-se que 12 das nossas vagas são comparticipadas pela Segurança Social. Os utentes desta Residência são todos pessoas idosas, com uma média de idades de 83 anos, tendo os dois utentes mais novos 67 anos e as duas mais velhas mais de 100 anos.

Comentários