Animação de loading

Museu do Mel já abriu ao público na Alameda das Moitas

Ponto de venda de mel e seus derivados e espaço social de convívio e lazer

A Fundação ADFP abriu o Museu do Mel ao público no dia 25 de março, poucos dias depois de a Câmara Municipal de Miranda do Corvo ter finalmente emitido a licença.

Recordamos que o Museu do Mel foi inaugurado, no dia 11 de novembro de 2017, por ocasião do 30º Aniversário da ADFP, no entanto por falta de licença camarária não abriu ao público.

Localizado na Alameda das Moitas, com vistas para a Praça da República, trata-se de um espaço amplo, com uma área de cerca 250 m2, dividido em dois espaços distintos, um interno para serviço aos colaboradores, utentes e utilizadores da organização, e uma área aberta ao público em geral. Ambos apoiados por um balcão de atendimento e zona de mesas.

O Museu do Mel é um espaço híbrido, porque inclui a função de um “museu”, e homenageia a temática do mel, desde a decoração aos produtos expostos; por outro lado, é um espaço de convívio, com esplanada para a Alameda, serviço de cafetaria e venda de produtos, maioritariamente relacionados com o mel.

A decoração do espaço centra-se na temática, sendo as mesas, cadeiras e estantes em formato hexagonal, fazendo alusão ao favo de mel.

A Fundação possui apiários onde produz um mel de marca própria – Terra Solidária e é sócia da empresa D’Natureza Saboaria Serra da Lousã, que faz cria produtos de cosmética à base de ingredientes naturais e endógenos, nomeadamente o mel.

Para além dos produtos da “casa”, o cliente pode adquirir outras marcas e outros produtos com compostos à base do mel, tais como Manteiga Corporal, Bálsamo Labial, Sabonetes, Champô, Gel Banho, Creme Anti-Rugas, Creme de Mãos, Rebuçados, Gomas e Colher de Madeira para Mel.

Na vitrine do balcão, pode encontrar, para além da pastelaria convencional, muffins de mel e arroz, biscoitos de laranja e mel, folhadinhos de nabada, e em breve gelados.

Do estacionamento aos livros

O Museu do Mel beneficia de uma excelente localização, provida de bons acessos e estacionamento. A Alameda das Moitas é uma avenida recente, com estacionamento público, e que para além do Museu Mel, serve a Casa das Artes e o futuro Hospital Compaixão.

A ideia principal deste Museu do Mel, da Fundação ADFP de Miranda do Corvo, é a de um ponto de promoção e 
de venda de mel e seus derivados, bem como a de um espaço social de convívio e lazer, com uma ambiência agradável, tendo o mel como principal temática decorativa e expositiva.

Neste sentido, o Museu do Mel procura convidar o público a visitar um novo espaço em Miranda sensibilizando as pessoas para conhecer o fascinante mundo do mel e dos produtos dele derivados, através, quer da sua exposição e venda, quer da ambiência alusiva aos favos de mel, onde estão expostos.

No interior do Museu do Mel há ainda uma zona de leitura para os clientes, com mobiliário próprio, onde pode ler obras de autores locais ou de reconhecimento nacional, tais como Edgar Panão, Nuno Filipe, António Amaral Tavares ou Alice Vieira entre outras, para além dos inúmeros livros infantis.

O Museu terá provisoriamente até 1 de abril, o horário 9h00 às 18h00, em dia útil, e ao fim de semana e feriados das 10h00 às 19h00. No próximo mês iniciará o horário 8h30-19H30, com abertura diária.

Tags
Comentários