Animação de loading

Grupos de diversas regiões do País em Miranda do Corvo

Visitante 90 mil no Parque Biológico da Serra da Lousã

Foi Rita Pais, de Coimbra, acompanhada do marido e do filho, a visitante 90 mil do Parque, aberto há pouco mais de três anos, com direito a diploma e livre-trânsito durante três meses no dia 17 de Maio. Após visita ao Parque,  acompanhada do marido e do filho, a família aproveitou para almoçar no restaurante Museu da Chanfana, ex-libris da gastronomia regional.

O Parque é um inovador projeto de integração social e ambiental, que contribui para a biodiversidade, promove a biofilia, o respeito pela natureza e a conservação das espécies, e a integração laboral e ocupacional de pessoas com variados tipos de deficiência, além de doentes mentais e desempregados de longa duração.

O Parque Biológico da Serra da Lousã integra um Centro de Informação / Bilheteira, Zoo de Vida Selvagem, Quinta Pedagógica, um Labirinto de Árvores de Fruto único no mundo, Roseiral, Centro Hípico com picadeiro coberto, Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais com Loja de Artesanato, Museu da Tanoaria e o restaurante Museu da Chanfana.

Com a chegada da Primavera e a aproximação do Verão, os visitante do  Parque podem beneficiar do Parque Verde de Laser da Quinta da Paiva com piscina ao ar livre, parque de merendas, circuito de manutenção e campos de jogos de areia. O Parque Biológico e a Quinta da Paiva constituem  já uma das maiores atracões turísticas da região de Coimbra e da Serra da Lousã, atraindo varias dezenas de milhares de visitantes em cada verão .

O Parque Biológico é exemplo de boas práticas, distinguido com vários prémios nacionais, tem sido escolha previligiada de grupos de amigos e escolas, que o visitam com frequência.

No dia em que o Parque atingiu o visitante 90 mil, proporcionou também visita guiada a 3 escolas: uma com 23 alunos da pré-escola do Centro Social de S. João (S. Martinho do Bispo), que desenvolveram  a atividade de alimentação dos animais; outra de 73 alunos da pré-escola do Jardim de Infância da Obra de Santa Zita (Viseu) com passagem pela oficina de olaria. Ambas as escolas tiveram direito a passeios de pónei.

No mesmo dia 19 alunos do 9º ano da AE D. Dinis (Leiria) visitaram o Parque Biológico.

Muitos dos visitantes optam por almoçar no Restaurante Museu da Chanfana, onde para além de uma cozinha moderna se pode saborear os pratos da gastronomia tradicional, onde se inclui o doce “nabada” ligado as freiras do Convento de Semide.

O Restaurante Museu da Chanfana é sugestão incluída no Guia Boa mesa de Expresso.

Também um grupo de 45 médicos, patrocinado pela empresa MSD, que veio a Miranda do Corvo para um evento - sobre a temática "Melhorar a articulação de cuidados médicos - na biblioteca municipal Miguel Torga, almoçou no Restaurante Museu da Chanfana.

Foi também essa a escolha de 84 pessoas do Grupo do Batalhão da Cavalaria 8322 que esteve no Ultramar, vindas de todo o país, para saborear um bacalhau com broa e a nossa chanfana. Algumas das pessoas dos grupos também visitaram o Parque, que já no dia 16 receberaum grupo de 48 alunos do 7º ano  da EB Carolina Beatriz Ângelo (Guarda), que, para além da visita guiada, realizou um workshop do pão e andou a cavalo.

No Parque biológico em Miranda do Corvo os visitante ficam a conhecer não só a melhor mostra de Vida Selvagem de Portugal, as raças tradicionais da agro pastorícia nacional, como podem ter acesso a varias atividades para grupos desde o fabrico do pão, e a olaria, alimentação dos animais até passeios a cavalo ou iniciação a equitação.

Comentários