Animação de loading

40 Alunos integrados desde Setembro no Projeto Mentes Brilhantes da Fundação ADFP visitaram a Cidade dos Estudantes

Mentes Brilhantes “invadem” Coimbra

O Mentes Brilhantes organizou uma viagem a Coimbra para os alunos do 4.º ano do Centro Educativo de Miranda do Corvo. Esta viagem integra-se nas atividades da Páscoa do projeto e vem complementar in loco o conteúdo teórico ministrado neste 2.º período no Curso de Estudos Avançados de Livro e Leitura ministrado aos alunos. Os alunos de 9 e 10 anos foram acompanhados pela equipa coordenadora do projeto que desde Setembro procura descobrir e potenciar os talentos e as capacidades dos alunos do Concelho.

A primeira paragem aconteceu junto da Faculdade de Medicina já no Polo I. Em grupos de 10 visitaram 3 laboratórios do Centro de Neurociências e Biologia Celular acompanhados da investigadora Lígia Ferreira e do Dr. Adalberto Fernandes. No âmbito da parceria já firmada entre as duas instituições, o CNC abriu as portas para que os pequenos cientistas pudessem perceber o dia-a-dia num laboratório de investigação.

No mesmo momento os alunos aproveitaram para jogar o “Sabe ou não Sabe”, o conhecido programa da televisão onde se ganha sem responder a perguntas e colorir as t-shirts oferecidas pela Caixa Agrícola (parceiro do projeto) que depois envergaram durante todo o dia

Para vivenciar o verdadeiro espírito universitário, o almoço foi nas cantinas das químicas junto de estudantes que cursam na academia. Durante a tarde vieram os pontos altos da cidade. Primeiro o Jardim Botânico, as árvores centenárias, as flores e arbustos; depois a contagem, nem sempre certa, dos 125 degraus das Escadas Monumentais.

O guia turístico particular, o Sr. Elísio Soares, guiou as Mentes desde D. Dinis, maior impulsionador da Universidade, pelos departamentos e faculdades do pólo I até à Porta Férrea. Já no pátio das Escolas, a estátua de D. João III, que instalou definitivamente a Universidade em Coimbra, a Torre, as histórias da Cabra e as salas de aulas da Faculdade de Direito foram os pontos altos.

Da alta à baixa foi um pulinho. Lanche nos degraus da Sé Velha, descendendo pelo Quebra-costas, até ao arco de Almedina. A derradeira visita foi a Igreja de Santa Cruz onde está o túmulo do primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques, e personagem principal do curso de Livro e Leitura do projeto.

Comentários