Animação de loading

Prova de Vinhos e música na comemoração do Equinócio

EQUINOX Winefest Sunset, em Miranda do Corvo

19 Setembro 2018 | Eventos, Atividade Agroflorestal

No próximo dia 22 de setembro irá decorrer nos jardins do Hotel Parque Serra da Lousã, em Miranda do Corvo, o EQUINOX Winefest Sunset, um evento comemorativo do Equinócio do Outono, que alia a música a uma prova de vinhos.

A iniciativa, que decorre a partir das 16H, conta com a música do DJ Antoine e a participação de 12 produtores de vinho, das regiões de Sicó, Trás os Montes, Lisboa, Douro, Dão e Bairrada.

Participará as marcas Encosta da Criveira, Vale da Brenha, Tapada de Sabogos, Casa D`Alfafar, Two Friends, Quinta do Carvalhão Torto, Quinta do Gago, Quinta da Lagoa Velha, Quinta do Vale Ermida e a marca anfitriã, Terra Solidária.

Conta ainda com a presença da AMICIS, o apoio do Licor Beirão e da Anadil.

A Prova de Vinhos decorrerá até às 18H, no entanto o EQUINOX Winefest Sunset continuará até às 22H.

O evento, de acesso limitado, já tem as pulseiras de acesso á venda na sede da Fundação ADFP, Hotel Parque Serra da Lousã e Parque Biológico da Serra da Lousã.

Com o custo de 5 euros, as pulseiras TRIVIUM dão direito, no dia do evento, ao copo de prova, saco porta-copos TRIVIUM e à Prova de Vinhos.

Comemorar o Equinócio

O evento visa comemorar o início do Outono, finalizando assim o fim do Verão.

A palavra equinócio vem do latim, aequus (igual) e nox (noite), ocasião em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. Ao medir a duração do dia, considera-se o nascer do sol.

O homem primitivo distinguia a diferença entre duas épocas: uma de frio e outra de calor que eram atribuídas à ação do sol. Graças a isso surgiram os cultos solares, sendo o Sol proclamado fonte da vida, com influência marcante sobre todas as religiões e crenças da época.

Neste sentido, as religiões consideravam os dias de equinócios como dias divinos em virtude das transformações da natureza, realizando rituais a cada mudança de ciclo sempre com um grande significado místico. Este equilíbrio, num só dia, da “divina” luz solar, é para as religiões e crenças milenares reflexo da Natureza na procura de equilíbrio, equidade e justiça entre os Homens. Especulações históricas relacionam a data do nascimento de Jesus com o paganismo da adoração solar no solstício de Inverno.

Em homenagem a estas crenças, à divindade “Sol”, o Templo Ecuménico Universalista, para além das 15 religiões mais representativas do Mundo em que incluímos o mais antigo Deus Lusitânico, o Deus Endovélico, um espaço circular, com um rasgo na cobertura que permite que, diariamente, o Sol, ao meio-dia solar, crie um ponteiro de luz a iluminar/indicar o centro do Templo. É uma referência aos antigos adoradores do Sol, provavelmente uma das mais primitivas formas de religiosidade.

O Templo integra o projeto filosófico TRIVIUM – que dá o nome a um  Clube UNESCO, que está na organização do EQUINOX Winefest Sunset, e que projeta nestes equipamentos uma visão e mensagem humanista.

O TRIVIUM é dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade: o Parque Biológico representa o corpo e a igualdade do Homem perante todos os seres vivos; o Espaço da Mente, o desenvolvimento da mente e a liberdade de pensar, e o Templo Ecuménico Universalista que representa, independentemente da fé de cada um, o espírito e a fraternidade.

Winefest… Terra Solidária, a anfitriã

Winefest é um evento que garante uma maior aproximação ao conceito de experiência vínica.

O vinho é uma bebida milenar, presente em diversos rituais religiosos das três religiões abraâmicas. No cristianismo, ele representa o sangue de Jesus; no Judaísmo, é presença constante no Antigo Testamento e, de acordo com os seguidores de Moisés, a primeira visão do que seria a "Terra Prometida" seria um cacho de uvas.

A Fundação ADFP possui 13 hectares de vinha no Fundão e 12 hectares em terrenos calcários nos concelhos de Miranda, Penela e Condeixa. Construiu uma adega com capacidade para 100 mil litros, e que se encontra a produzir vinho da marca Terra Solidária e espumante marca Aldeias do Xisto.

Terra Solidária é uma marca registada da Fundação ADFP, que surge no contexto do Parque Biológico da Serra da Lousã, e como “chancela” aos produtos derivados da atividade agro-pecuária e da Instituição.

O projeto consiste em desenvolver unidades produtivas com o principal objetivo de criar postos de trabalho para pessoas com necessidades especiais, assegurando, também a sustentabilidade económico-social do projeto global e da entidade promotora.

O Vinho Rosé Terra Solidária 2017, produzido pela Fundação ADFP, foi recentemente premiado com uma medalha de prata no concurso “Portugal Wine Trophy”. Esta iniciativa é organizada pela Deutsche Wein Marketing GmbH (DWM) com o patronato da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV).

Foi o 1º vinho certificado na sub-região de Sicó.

Também o Vinho Tinto Terra Solidária 2015 foi premiado com medalha de prata no mesmo concurso.

Estes encontram-se à venda na loja do Parque Biológico da Serra da Lousã e no restaurante Museu da Chanfana.