Animação de loading

Jantar Solidário angariou quase uma centena de refeições para Casa Dignidade

Melhor de Nós promove região SICÓ e une concelhos

04 Dezembro 2019 | Eventos

A Fundação ADFP, com apoio dos municípios e associações, organizou a 2ª Edição do “Melhor de Nós”, num Jantar e Gala Solidária que promoveu a gastronomia e produtos da região de SICÓ.

O evento decorreu no Conímbriga Hotel do Paço em Condeixa que tem sido palco dos mais emblemáticos eventos vínicos e gastronómicos da região.

Uma iniciativa solidária, porque reverte a favor de uma causa – Casa Dignidade e Projeto Sem-Abrigo Zero em Coimbra - e porque, organizado por uma IPSS, não esquece sua atividade principal – Solidariedade. A abertura do evento contou com a inauguração da exposição “Mãos que fazem”, uma mostra de artesanato da autoria de artistas especiais, com handicap, que encontram na instituição os meios capazes de potenciar as suas capacidades e de torna-los pessoas socialmente úteis.

A venda do artesanato reverteu para a compra de cadeiras de rodas para pessoas de mobilidade reduzida.

A abertura desta exposição dá-se com a apresentação do mais recente produto vínico da Fundação ADFP – Espumante Aldeias de Xisto. O primeiro espumante certificado IG Beira Atlântico sub-região Terras de Sicó, da “autoria” de Antero Silvano, consultor enológico da instituição. Antero Silvano merece sempre a gratidão da Fundação por ter apoiado desde início o projeto vínico em regime de voluntário.

A sua degustação foi acompanhada das lesmas de Ansião, um biscoito de canela. Todos os presentes se associaram a um brinde pelo sucesso da iniciativa.

A instituição mirandense juntou “à mesma mesa” os Municípios de Ansião, Alvaiázere, Condeixa, Penela, e pela primeira vez Miranda do Corvo e Pombal. Alguns destes representados pelos seus presidentes, Nuno Moita, de Condeixa, Célia Marques de Alvaiázere, Luís Matias de Penela, e vereadores de Condeixa, Miranda e Pombal.

Nuno Moita parabenizou a Fundação ADFP pela organização, não deixando de referir a importância que esta tem tido no concelho, não só pelo investimento, mas pela promoção de produtos regionais. Uma parceria exemplar e importante para Condeixa, que traz para este jantar o cabrito e a escarpiada.

A Fundação ADFP não esqueceu os agentes locais de promoção dos produtos âncora, de cada um dos territórios, tendo homenageado a Vinisicó, AproRabaçal e SicóGest, reforçando a união e potenciando os territórios calcários de Sicó.

A ementa juntou produtos sugeridos pelos Municípios e agentes locais representados.

De Penela, o produto noz, que pela voz do seu Presidente, Luís Matias, é um produto referência que, junto com o queijo, constitui ex-libris do concelho. Não deixou de fazer a analogia entre o produto e o “Nós” numa referência ao cariz solidário do evento.

Alvaiázere esteve representado com o chícharo que, segundo a presidente do Município, Célia Marques, é uma leguminosa extremamente rica do ponto de vista proteico, mas desvalorizada durante séculos por estar associado à alimentação dos animais, e portanto um produto menor. Hoje ex-libris da região, e base para uma panóplia de receitas que vão desde sopa, pratos principais até sobremesas.

De Miranda do Corvo, para este jantar, veio a chanfana. Em representação do Município esteve o vereador Rui Godinho, que reforçou a importância destes eventos, desafiando a Fundação ADFP a organizar mais garantindo a colaboração do Município.

Os pratos, reinventados pela cozinha do Gavius, restaurante do Conímbriga Hotel do Paço, eram confecionados com os produtos endógenos referenciados pelos parceiros. As entradas com queijo, mel e nóz. A sopa de chícharo, num tributo a Alvaiázere. A chanfana e o cabrito foram reis.

Na sobremesa, as queijadinhas da Ti’ Maria Rata, de Pombal, o pão-de-ló e as escarpiadas.

A acompanhar a vereadora do município de Pombal, Ana Gonçalves, veio Filipe Neves, produtor das famosas queijadinhas, que explica a origem do doce, mas também do seu nome.

Com este evento pretendeu-se juntar a promoção do melhor de um território inteiro á angariação de fundos para refeições para os sem abrigos da cidade de Coimbra e cadeiras de rodas para pessoas, em situação de vulnerabilidade, apoiadas pela Fundação ADFP.

Ao final da noite foram angariadas quase uma centena de refeições para os sem-abrigo apoiados pela Casa Dignidade, em Coimbra. O valor foi entregue simbolicamente à coordenadora do projeto Dalila Salvador.

Foi transversal a todos os convidados o agradecimento e o reconhecimento da Fundação ADFP - uma organização, que como IPSS combate o sofrimento e gere respostas sociais, de saúde, cultura e educação - que investe na valorização do território, dos seus produtos endógenos e procura unir os esforços das diversas entidades representativas da Região.

O Conimbriga Hotel do Paço é propriedade da Fundação ADFP, incluído no projeto turístico com propósito social que engloba o Hotel Serra da Lousã, o Parque Biológico e o Templo Ecuménico Universalista.

Tags
Comentários