Animação de loading

Jantar no Conimbriga Hotel do Paço premeia trabalho das crianças

Crianças e jovens revelam satisfação com as condições da Residência Fraternidade da Fundação ADFP

12 Fevereiro 2020 | Social, Infância e Juventude

 

A Residência Fraternidade é uma casa de acolhimento que recebe crianças dos dois sexos, permitindo que irmãos continuem a crescer juntos. Nasceu da vontade da Fundação ADFP de acolher crianças, afastadas dos pais ou “sem família”, sem obrigar a separar irmãos por lares de meninas ou rapazes como era tradição em Portugal.

A PAJE elaborou um questionário que tem sido aplicado como forma de avaliação do nível de satisfação e de qualidade de Lares de Juventude e Infância (LIJ) apoiados pela Segurança Social.

A PAJE, Plataforma de Apoio a Jovens Acolhidos tem como objetivo uma avaliação independente das condições das crianças e jovens residentes em Lares de Juventude e Infância (LIJ) apoiados pela Segurança Social.

Nesse questionário – que envolveu 12 Casas de Acolhimento, em 5 distritos do País, e que foi aplicado de forma independente sem qualquer influência de cada LIJ – as crianças e jovens residentes na Fundação ADFP fizeram uma apreciação muito positiva relativamente às condições da Resistência Fraternidade.

As respostas obtidas no questionário da PAJE colocaram a Residência Fraternidade com apreciações muito acima da média nacional, facto que premeia o trabalho de toda a equipa técnica e auxiliares.

O questionário avalia as condições físicas dos estabelecimentos, recursos humanos, normas e regras, direitos, liberdades e garantias, bem-estar e autonomia e ainda um espaço para emissão livre de opiniões pelos residentes.

O questionário tinha 34 parâmetros/ questões para uma avaliação global das perceções dos residentes.

As Crianças e Jovens da Residência Fraternidade deram respostas positivas acima da média em 27 dos 34 parâmetros/ questões avaliadas.

Solicitados para que escrevessem livremente sobre a sua experiência na Residência as crianças e jovens classificaram-na como positiva, referindo os espaços como adequados e acolhedores e consideraram que a equipa técnica, a disponibilidade para ouvir e o conhecimento da realidade diária são positivos. Quanto aos apoios de saúde, 100% consideraram positivo esse aspeto; o mesmo relativamente à garantia dos seus direitos. As condições da casa, as normas e regras foram também avaliados de forma positiva.

Estas respostas encheram de orgulho todos os intervenientes, os residentes que avaliaram e emitiram o seu julgamento, e toda a equipa que diariamente trabalha para a felicidade e realização pessoal dos utentes.

A Residência tem 27 residentes sendo que 5 são estudantes no ensino superior números que indiciam só por si o trabalho que vem a ser realizado.

Recordamos que estamos a falar de crianças com um percurso “especial“, com famílias com condições sociais, económicas e psicológicas problemáticas, o que torna mais surpreendente os resultados positivos nos seus percursos académicos.

Este sucesso escolar, e a necessidade de estimular as crianças para percursos pessoais exemplares, que visam incentivar a sua futura integração numa sociedade cada vez mais competitiva, levaram o Dr. Jaime Ramos a presentear as crianças e jovens da Residência Fraternidade com um jantar convívio no Conimbriga Hotel do Paço – em Condeixa, propriedade da Fundação ADFP.

O serão revelou-se o momento ideal para uma descontraída conversa e de partilha de experiências e conhecimentos.

As crianças e jovens manifestaram a sua gratidão com a oferta de um estetoscópio médico ao Dr. Jaime Ramos, gesto que sensibilizou o Presidente do Conselho de Administração.

Após o jantar, houve um divertido regresso à sua Residência Fraternidade onde puderam desfrutar de uma sessão de karaoke em movimento.

Tags
Comentários