Animação de loading

Centro Social do Senhor da Serra | Semide alarga valências

Residência Cristo Redentor cresce no oitavo aniversário

04 Outubro 2019 | Social, Idosos, Saúde

Mais 16 camas para idosos, 24 para cuidados continuados para pessoas com doença mental crônica e áreas ocupacionais para 30 pessoas especiais

Aproveitando o facto de a creche ter encerrado, devido à crise demográfica, a Fundação investiu na adaptação das instalações criando mais 16 camas para pessoas idosas.

A Residência Cristo Redentor que já tinha capacidade para 55 pessoas passará a ter 71 residentes, reduzindo a sua lista de espera.

As obras de remodelação estão concluídas e já se iniciou o equipamento sendo previsível a inauguração da ampliação e entrada em funcionamento em novembro.

O custo total desta remodelação ampliação aproxima-se de 130 mil euros.

O centro Social Polivalente do Senhor da Serra onde se integra a Residência Cristo Redentor possui instalações para Centro Apoio Ocupacional para pessoas com deficiência e ainda duas áreas para responder a necessidades de cuidados Continuados de Doença Mental: residência de Apoio Máximo (RAM) e Unidade Sócio Ocupacional (USO), aguardando acordos de cooperação com o governo para começar a receber doentes. A rede de cuidados continuados de saúde mental tem sido uma prioridade nacional que tem vindo a ser adiada. A Fundação ADFP criou respostas para pessoas com doença mental desde a década de noventa do século passado e recebeu vários reconhecimentos nacionais pelo projeto DeferenteMente IgualMente.

A Residência Cristo Redentor, que comemora no dia 1 de outubro 8 anos de funcionamento, integra o Centro Social Comunitário do Senhor da Serra, do qual também fazia parte a Creche do Senhor da Serra, encerrada em setembro de 2017 devido à falta de crianças. Ambos foram fruto do investimento da Fundação ADFP, da cedência dos terrenos pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo e de fundos europeus no âmbito da QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional).

A Residência Cristo Redentor teve um custo de construção de cerca de 1.300 000.00 euros, ao passo que a remodelação da creche importou em cerca de 60.000.00€, sendo 40% do investimento comparticipado pelo Programa de Alargamento da Rede Social (PARES). O investimento global incluindo as áreas para a Deficiência e Doença Mental está próximo dos 2 milhões de euros.

Por forma a responder da melhor forma ao desenvolvimento populacional, a Residência Cristo Redentor sentiu necessidade de aumentar a sua atual capacidade de utentes - 55 utentes. Assim, com as devidas obras de reconversão e adaptação incidentes no edifício anteriormente ocupado pela Creche, irá aumentar, em 16 vagas, a sua capacidade inicial.

Neste momento estão em fase de conclusão as referidas obras de reconversão e adaptação, no valor de 100.000.00€, valor ao qual acrescem 21.000.00€ em equipamento, estando prevista a sua inauguração na comemoração do aniversário da Fundação. A Fundação está ainda a investir em diverso equipamento para a Residência Bondade que irá acolher os Cuidados Continuados de Doença Mental.

Importa referir que as famílias não encontram respostas necessárias na cidade de Coimbra, sentindo necessidade de procurar nos concelhos limítrofes existindo, por este motivo uma extensa lista de espera.

Tags
Comentários