Animação de loading

António Sousa Mendes ministra “aula” para alunos

St. Paul's School assinalou os 75 anos do holocausto

30 Janeiro 2020 | Educação e Formação, Visitas, Eventos

O St. Paul´s School assinalou o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, convidando à ministração de uma aula um estudioso português cujo testemunho emotivo e “quase” vivencial de um dos maiores dramas humanos da história contemporânea foi uma realidade. 

Neto de Aristides de Sousa Mendes, António Sousa Mendes foi o convidado especial de uma sessão cuja abertura foi realizada pelo 8.º ano com a apresentação de um trabalho introdutório e de contextualização sobre o holocausto. 

O convidado começou por afirmar “Nasci nesta história… a minha família esteve sempre envolvida numa história muito pesada, com o peso da lembrança de uma guerra”. 

Deu os parabéns aos alunos do 8.º ano pelo trabalho realizado e reforçou, junto dos alunos presentes, a importância de alguns dos conceitos para o que viria a ser uma aula descritiva, cheia de emoção, com um relato muito realista. António Sousa Mendes quis sempre garantir que este testemunho não fosse alheio ao enquadramento histórico e constituísse um ensinamento para as gerações futuras. 

Não tendo vivido diretamente a tragédia do holocausto, cresceu a ouvir falar da Grande Guerra e dos bombardeamentos. Ainda hoje, o que mais o transtorna é o “preconceito”, reflexo do que lhe foi relatado ao longo da vida desta tomada de posição em relação aos judeus.

António Sousa Mendes, licenciado em Ciências Políticas, dedicou a sua vida à difusão da memória do seu avô, tendo, em 2000, criado a Fundação Aristides de Sousa Mendes. 

Esta iniciativa pedagógica constituiu, também, uma homenagem à memória de Aristides de Sousa Mendes, um diplomata que salvou mais de 30 000 judeus condenados pela ideologia nazi. O cônsul aproveitava a sua posição diplomática para conceder vistos e manipular documentos, apenas com a pretensão de salvar pessoas, minimizando o extermínio étnico promovido pelo Estado Nazista, no contexto da Segunda Guerra Mundial. 

“Ao meu avô bastou uma caneta, um papel e um carimbo para salvar milhares de pessoas”, referiu emocionado António Sousa Mendes. 

Esta aula especial foi organizada pelos Departamentos de Português e História do St. Paul´s School e contou com a presença dos alunos do segundo e terceiro ciclos. 

Recordamos que o St. Paul´s School foi recentemente admitido na Rede de Escolas Associadas da UNESCO, exatamente por revelar uma dimensão humanista, cultural e internacional no seu modelo educativo. 

O bilinguismo e a dimensão humanista e internacional do St. Paul's School são elementos diferenciadores do projeto educativo do Colégio que, aliados à exigência do ensino, permitem formar alunos de uma forma integral, competentes do ponto de vista académico e com evidentes capacidades psicossociais.

Tags
Comentários