Animação de loading

Biblioteca da Fundação ADFP organizou Conferência Ibérica

O tema foi “A Biblioteca – espaço de tolerância e integração num mundo em conflito”

A Biblioteca da Fundação ADFP, a cargo do bibliotecário Carlos Marta, organizou a Conferência Ibérica “A Biblioteca – Espaço de tolerância e integração num mundo em conflito”, no Hotel Parque Serra da Lousã, nos dias 19 e 20 de maio.

Pelos diferentes painéis, moderados por Margarida Mota, Dalila Salvador e Cristina Cruz, passaram excelentes oradores nacionais e internacionais, como Maria José Vitorino, Manuela Barreto Nunes, João Maria André, Alexandre Honrado, Anselmo Borges, Paulo Mendes Pinto, João da Silva Amado, Inês Massano.

Esta Conferência Ibérica trouxe ainda até nós os espanhóis Roberto Soto Arranz, Gonzalo Moure e Pilar Segura. Estes dois últimos ligados ao projeto Bubisher, o qual promove a leitura no Sahara Ocidental, através de Bibliomóveis e Bibliotecas, junto das comunidades sahauris refugiadas, trabalhando para a integração plena das mesmas.

De notar que este projeto nasceu e vive com o apoio de voluntários, e através das mais variadas formas de angariação de fundos.

Nas diversas intervenções foi ainda analisado o papel das Bibliotecas na integração de utilizadores de diferentes origens e culturas, colocando-os em plano de igualdade, contribuindo desta forma para um mundo mais tolerante.

Segundo o Professor Anselmo Borges “Miranda acolhe diferente, e a Fundação ADFP exerce um papel importante para a mudança do panorama atual, numa visão positiva da Humanidade, e dos valores profundos que a integram”

Para Roberto Arranz, “A Biblioteca é a grande porta para o desenvolvimento”. Outras ideias fortes que ficaram vincadas pelos intervenientes, referem: “O livro como motor desta engrenagem, permitindo abrir horizontes, fruir da liberdade e viajar por mundos infinitos”; “É necessário verificar a racionalidade dos interesses e valores”; “Os livros são espaços de liberdade”; “A Biblioteca como capital social, inclusão e democracia”. Foi também analisada a capacidade da ilustração como forma de ajudar à integração, numa alocução da ilustradora Inês Massano.

Os trabalhos terminaram com a visita ao Templo Ecuménico, onde Jaime Ramos, presidente do Conselho, dissertou sobre a importância da Tolerância, Integração e Fraternidade, valores subjacentes à construção do Templo, e indispensáveis para a construção de um mundo sem conflitos.

Nestes dois dias em Miranda do Corvo, mais de cem participantes ouviram e intervieram nesta Conferência Ibérica de Bibliotecas, e na discussão do papel fundamental que devem desempenhar na promoção da tolerância e integração num mundo em conflito.