Animação de loading

Ana Coelho achou magnífico o trabalho nas valências e a integração

Autora do romance “Sem-abrigo escolhe o destino” visitou Fundação ADFP

A poetisa e escritora Ana Coelho, autora do romance “Sem-abrigo escolhe destino”, na editora “Editem-me”, do Porto, após visita à Fundação ADFP, achou “um trabalho extraordinário em todas as valências da instituição e a integração, magníficas”.


Ana Coelho, que teve como cicerones Glória Correia e Joana Leal, visitou o Centro Social Comunitário- Sede, antes de um almoço de trabalho, já com a presença de Jaime Ramos, presidente do Conselho de Administração da Fundação, tendo depois, na companhia do seu editor, Carlos Lopes, feito uma apresentação do livro para a Universidade Sénior de Miranda do Corvo.


“Já antes estive na Cais, que está estruturada de outra forma, e de facto esta Fundação supera-a”, disse Ana Coelho.


Na apresentação do romance, Ana Coelho referiu ter abordado esta temática, exatamente “porque há uma inquietação cada vez que vejo um sem-abrigo, e olho para aquela pessoa, começo a pensar quem era, porque está nesta situação”.


“Quando estive na Cais, cada vez que eu fazia sessões de leitura com eles, não tinha acesso à história deles, interrogava-me sobre o porquê deles estarem assim, muitos deles com profissões integradas anteriormente.


“Todo o livro é ficção, abrangendo várias idades e várias situações sociais, várias histórias. O livro foi lançado a 21 de novembro de 2015 e aceitação do público tem sido muito boa. No fundo, não é um livro que fala sobre a degradação dos sem-abrigo, mas lança sim um outro olhar sobre ele”, concluiu.


Carlos Lopes da editora portuense “Edita-me” explicou o porquê da aposta neste romance:

“A Ana já era nossa autora, já tínhamos dois livros de poesia editados com ela, apresentou-nos este projeto, que achei extremamente interessante, tanto pelo tema como pela forma como está escrito e foi isso que levou à edição do livro”.

Comentários