Animação de loading

Salgueiro Maia - O Implicado

Data

13 a 15 Maio

Horário

Dias 13, 14 e 15/5
Sexta-Feira 21H30
Sábado 16H30 e 21H30
Domingo 16H30 e 21H30

Classificação

M12

Categoria

Cinema, Eventos

Promotor

Fundação ADFP

Bilheteira

Sexta 18h00 | Sábado e Domingo 16h00 / 19h00 Menor de 10 anos | Estudante | Sénior: 4 € | 3D – 5,50 €; Maiores de 10 anos: 4,50 € | 3D - 6 €; Bilhete Família | 2 adultos + 1 criança: 11 €; Bilhete Família | 2 adultos + 2 criança: 14,50 €

Descrição

O primeiro retrato, no grande ecrã, daquele que é considerado o herói e o símbolo mais puro do 25 de Abril de 1974. Fernando Salgueiro Maia, o anti-herói não ocasional, produto de uma formação académica e militar, foi um homem que soube pensar o futuro, seguir as ideias, contestando-as, vivendo uma vida cheia, alegre e fértil, solidária e sofrida – se não tem morrido prematuramente aos 47 anos. Através de uma abordagem moderna, intimista e emocional, "Salgueiro Maia - O Implicado" retrata as histórias que ainda não foram contadas sobre o Capitão de Abril. As pequenas revelações que permitem perceber melhor de onde vinha a moderação, a valentia, a educação e a firmeza com que sempre se apresentou publicamente, e que foram a chave para que a Revolução dos Cravos tenha sido como foi. Um filme que revela o outro lado de uma personagem mítica e que presta homenagem ao homem, ao estudante, ao militar, ao pai, ao amigo e ao ímpar militar de Abril.

Já no próximo mês de agosto chegarão mais duas famílias de 7 pessoas, duas das quais são crianças, e outra é uma jovem adulta.

A Fundação está a trabalhar para que os refugiados se autonomizem, pela aquisição de competências linguísticas, sociais e de conhecimento da realidade portuguesa, que lhes permitam integrar-se pela via do trabalho, garantindo a sustentabilidade necessária para permanecer em Portugal.

Na instituição há 4 crianças até os 12 anos, mais uma bebé nascida já em Portugal, com cerca de 7 meses, a Lucinda, filha do casal Fawzi e Noura. Uma segunda, filha do barbeiro Mohammed Fouzi e da esposa Tuka, está prevista nascer esta semana. O barbeiro esteve à experiência em Coimbra, contudo, está neste momento em casa porque irá ser pai. Após esta fase, é para integrar em Coimbra na sua área de competências. O Fawzi está em voluntariado no armazém da ADFP, e 3 adultos homens estão na empresa de confeção têxtil Eslamas, em Miranda do Corvo, a trabalhar.

A Fundação está a tratar da carta de condução profissional de outro adulto, para o integrar no mercado de trabalho.

Os restantes jovens estão em férias de verão, mas ainda assim, frequentam português na escola, e seguirão no próximo ano letivo nos ciclos de estudo que entretanto foram definidos pelo Ministério da Educação.

Dois jovens adultos serão para integrar pela formação profissional, ou por trabalho, se aparecer oportunidade de integração profissional.

Todos têm tido aulas de português, ministradas pela professora Liliana, na Fundação ADFP, e a partir de setembro irão frequentar o programa de português para todos do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional), que lhes permite terem o reconhecimento das qualificações a nível da língua portuguesa, e a possibilidade de frequentarem a Formação Profissional através desse organismo.

As mulheres têm frequentado atividades, para se perceber de que forma poderão serem integradas em trabalho.

O psicólogo Hugo Vaz e a coordenadora da Residência Paz, a socióloga Paula Santos, revelam que “tem sido positiva esta integração, tendo em conta que as famílias chegaram à Fundação, as primeiras quatro em março, e as segundas duas em abril de 2017”.

Ambos os técnicos revelam também que “a restante família do Fawzi, está connosco desde julho de 2016, e teve uma fase complicada de adaptação, mas aos poucos temos vindo a ultrapassar esses obstáculos”.

Toda a ajuda aos bebés e crianças com os produtos já anunciados, será muito bem-vinda e deverá ser canalizada através dos emails paulasantos@adfp.pt e hugovaz@adfp.pt e do telefone 239530150.

Tags
Comentários