Animação de loading

Vencedor do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio 2013

Parque Biológico da Serra da Lousã galardoado em Lisboa

Jaime Ramos, presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP de Miranda do Corvo, recebeu de Eduardo Graça, presidente da Direcção da CASES, o Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio 2013, na categoria de Boas Práticas, no valor de 3 mil euros, atribuído ao Parque Biológico da Serra da Lousã, numa cerimónia no Agrupamento de Escolas das Olaias, em Lisboa, dia 4.

A CASES (Cooperativa António Sérgio para a Economia Social) é uma cooperativa de interesse público que assenta numa parceria efectiva entre o Estado e as organizações representativas do sector da economia social.

A Fundação ADFP (Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional) tem sido ao longo de quase três décadas um dos principais actores do sector da economia social, apostando na coesão social e na integração dos mais desfavorecidos, de que é exemplo o Parque Biológico da Serra da Lousã.

Na cerimónia de entrega dos diplomas estiveram presentes os secretários de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, e da Segurança Social, Agostinho Branquinho, que a encerraram com duas intervenções.

O evento começou de manhã com a visita ao projecto “Horta do Bairro”, a anteceder a abertura da sessão com as intervenções de Francisco Simões, director do Agrupamento de Escolas das Olaias, Simonetta Luz Afonso, presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, e Eduardo Graça.

Antes da entrega dos diplomas ainda falou João Salazar Leite sobre António Sérgio pelos 130 anos do seu nascimento.

António Sérgio, foi escritor, pensador e pedagogo, dos mais ilustres do Séc. XX, com vasta obra publicada - da teoria do conhecimento à filosofia política e educação - percursor da reforma do ensino a seguir à Proclamação da República e viveu exilado em Paris.

Pela Fundação ADFP, Jaime Ramos, que se fazia acompanhar por Nancy Rodrigues, do Gabinete de Imagem e Projectos, e dois funcionários do Parque Biológico da Serra da Lousã, o artesão Juventino França e a lojista Carmina Tomás, agradeceu a atribuição do prémio.

O Parque Biológico da Serra da Lousã é um projeto de turismo social e ambiental, economicamente sustentável, que cria emprego e dá ocupação a pessoas com deficiência, doença mental ou desempregados de longa duração.

Este Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio 2013, na categoria de Boas Práticas, é o sexto a ser-lhe atribuído desde a sua abertura em 2009, tendo já sido visitado por mais de 100 mil pessoas.

Comentários