Animação de loading

Um privilégio que é fruto de sinergias

Ver cinema digital e em 3D em Miranda do Corvo

Com a exibição de “Iron Man”, que esteve em cartaz de 30 de Maio a 2 de Junho, a era do cinema digital e em 3D começou no cinema de Miranda do Corvo e vai prosseguir de 7 a 9 do corrente mês com o filme “Great Gatsby”.

Trata-se de um autêntico privilégio, tendo em conta que 212 concelhos de Portugal não tem qualquer sala de cinema com programação regular. São cerca de 3,8 milhões de portugueses, ou seja 40% da população, que tem dificuldade em ter acesso a cinematografia.

Em Miranda tem uma sala de cinema com excelente programação, sempre com filmes recentes, graças às sinergias entre Câmara Municipal, Fundação ADFP e a maior distribuidora do país, a Zon Lusomundo. Uma bilheteira informatizada com ligação direta ao Instituto do Cinema e do Audiovisual permite que os seus dados sejam processados e integrados nas estatísticas nacionais.

O desenvolvimento tecnológico ditou o fim da película, e a informatização do equipamento de projeção. Esta sala foi a primeira dos 6 recintos do distrito (24 ecrãs) - fora das cidades de Coimbra e Figueira que têm salas das grandes distribuidoras - com máquina de projeção de sistema digital, das mais inovadoras, com a vertente de projetar a três dimensões.

A Câmara Municipal de Miranda não gasta qualquer verba nas despesas correntes da sala de cinema, ao contrário do que acontece noutros concelhos onde são as autarquias a suportar os prejuízos das salas. Os investimentos na sala foram assumidos a 50% pela Câmara e pela Fundação ADFP.

É a Fundação que assume todos os custos de funcionamento e manutenção, assegurando uma exibição cinematográfica de qualidade e, por outro lado, a disponibilização de uma sala com conforto e multifuncional em termos culturais.

Os clientes da sala de Miranda têm acesso a ver cinema de qualidade a um preço muito inferior ao preço de bilhete nas cidades de Coimbra ou Figueira, e muito abaixo da média nacional.

O investimento no 3D foi de 14.024,28 € (com 300 óculos apropriados para o efeito, não havendo necessidade de investimentos dentro da sala, apenas no equipamento de projeção e som).

Comentários