Animação de loading

Semana do Ambiente comemorada no Parque Biológico da Serra da Lousã - De 21 a 24 de março

Em março é comemorada uma semana muito especial – a Semana do Ambiente. De 21 a 24 de março desde o Dia da Árvore ao Dia da Água, é relembrada a importância do Ambiente e da sua preservação. O Parque Biológico irá juntar-se a esta comemoração com a realização de uma atividade sobre o tema durante os dias da semana às 11h00.

21 Março 2022 | Ambiente

Em março é comemorada uma semana muito especial – a Semana do Ambiente. De 21 a 24 de março desde o Dia da Árvore ao Dia da Água, é relembrada a importância do Ambiente e da sua preservação. O Parque Biológico irá juntar-se a esta comemoração com a realização de uma atividade sobre o tema durante os dias da semana às 11h00.  

Aproveitando esta semana, convidamos ainda a visitar o Templo Ecuménico Universalista, situado em plena Natureza no topo da colina do Parque Biológico, acessível através de uma pequena caminhada pelas matas envolventes.  

O Parque, o Templo e o Ecomuseu Espaço da Mente constituem o Trivium dedicado a promover os valores da liberdade, igualdade, fraternidade, tolerância e respeito pelos diferentes. 

No Parque Biológico podem observar de perto espécies únicas como o Urso Pardo, Lince, Lobo ibérico, Veados, Gamos, Javalis, Raposas e muitos mais do que existem naturalmente nas florestas de Portugal. 

No Templo Ecuménico podem viver uma experiência espiritual única no Mundo e respirar paz, tolerância e aprender um pouco mais sobre as principais religiões do Mundo. Deste local, têm ainda uma vista absolutamente incrível para os concelhos limítrofes (é um local raro de onde se veem as sedes de quatro concelhos, Coimbra, Lousã, Miranda e Penela) a as serras da Lousã, Caramulo e Estrela. 

O Espaço da Mente, dentro do Parque Biológico, convida os visitantes a refletir sobre a liberdade, a vida e a morte. 

Assumindo-se como uma das principais atrações da zona centro, este complexo turístico temático inclui ainda o Restaurante Museu da Chanfana e o Hotel Parque Serra da Lousã, encontrando-se abertos todos os dias do ano. 

Pertencente à Fundação ADFP, uma instituição de solidariedade social, trata-se de um projeto turístico único pois tem como objetivo criar postos de trabalho para pessoas com deficiência (bem evidente no Museu Vivo de Artes e Ofícios tradicionais) e promover a biofilia e a paixão pela natureza. Este projeto social único é cada vez mais visitado por famílias, criando momentos e recordações únicas no meio da Natureza e de reflexão sobre o humanismo e outros valores de civilização.