Animação de loading

Salvas da morte

Mais aves no Parque Biológico da Serra da Lousã

Foram cedidas ao PBSL 5 novas aves irrecuperáveis cedidas pelo centro de recuperação de animais selvagens de Montejunto: 2 peneireiros, 1 casal de bufos-reais e 1 garça-real.

A partir de hoje poderá visitar as novas aves do Parque Biológico da Lousã!

Conhecido por ser o único parque com a maior coleção de espécies selvagens apenas do nosso país, o Parque Biológico acrescenta mais um conjunto de aves que habitam o nosso território: dois Bufos-Reais, dois Peneireiros e uma Garça-Real.

Estas aves foram cedidas pelo Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto, no âmbito da colaboração do  Parque Biológico da Serra da Lousã com o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF)

O Parque aceitou receber estes animais após serem feitos todos os esforços por parte da equipa responsável para salvar e devolver estas aves à Natureza, no entanto foram consideradas irrecuperáveis.

Significa que devido a condições físicas e comportamentais estas aves morreriam em liberdade na natureza. O Parque serra da Lousã não só garante a vida destes animais como possibilita que os visitantes conheçam a fauna que habita o nosso território.

Desde a sua abertura em 2009, o Parque Biológico da Serra da Lousã colabora com diversos centros de recuperação de animais associados ao ICNF e, recebe destes centros, aves de rapina e noturnas consideradas irrecuperáveis e impossibilitadas de viver na Natureza por si só, alojando-as num ambiente o mais parecido ao seu habitat natural.

Assim, possibilitamos ao visitante conhecer algumas das espécies de aves que sobrevoam os nossos céus e compreender a importância dos centros de recuperação e das parcerias que efetuam connosco para a conservação das espécies. 

Comentários