Animação de loading

Presidente Miguel Baptista vai pedir também ajuda às Juntas de Freguesia

Continuidade do projeto Mentes Brilhantes

O Presidente da Câmara Municipal, Engº. Miguel Baptista, após ter reunido com o Dr.Jaime Ramos, Presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP, na sequência de um ofício enviado pela instituição mirandense, mostrou-se recetivo ao financiamento, afirmando que iria contactar as Juntas de Freguesia para estas apoiarem também o projeto em conjunto com a câmara .

Isto mesmo se pode ler, numa carta conjunta de 27 de Agosto enviada ao Prof. José Gabriel, Coordenador Pedagógico do Centro Educativo, onde o projeto montou um laboratório científico, e à enfermeira Dora Lamas, Presidente da Associação de Pais e/ou Encarregados de Educação, em que o Dr. Jaime Ramos pede o apoio dos pais, professores e escola para sensibilizarem a autarquia para este apoio imprescindível à continuidade do projeto Mentes Brilhantes.

“Desenvolvido em 2014/2015, o projeto Mentes Brilhantes – pode ler-se na carta – teve um enorme sucesso com manifesto reconhecimento nacional, a nível dos pais e professores”.

A Fundação considera que a sua continuidade “deve ser uma prioridade da comunidade local e não só da instituição”.

Após referir nessa carta que se tentou “financiamento a nível de empresas mas sem sucesso”, lê-se a dado ponto que a Fundação “tenciona apresentar candidatura a apoios da União Europeia, Portugal 2020, cujos processos estão atrasados”.

Mais adiante refere-se que “até abrir esta possibilidade de financiamento europeu, solicitámos à Câmara Municipal de Miranda do Corvo, que subsidiasse o projeto, sendo o suporte financeiro da autarquia suspenso quando se conseguir apoio europeu”.

Num outro ofício, dirigido ao Presidente do Município mirandense, e datado de 27 de julho, agradece-se a presença do Engº Miguel Baptista na cerimónia de entrega (20 de junho) de diplomas aos mais de cem alunos do projeto Mentes Brilhantes, na cerimónia que encerrou os cursos de estudos avançados ministrados no ano letivo 2014/2015.

Nesse ofício, a Fundação ADFP enviou o plano de atividades do Mentes Brilhantes para o ano letivo 2015/2016, incluindo a fundamentação e respetivo orçamento.

“Acreditamos que o sucesso de um país depende da capacidade de não desperdiçar 'inteligência ou talentos'”, conclui o ofício.

Comentários