Animação de loading

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados na Fundação

Alfredo Castanheira Neves mostrou-se “deslumbrado pela pujança” da Fundação ADFP

O Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados, após uma visita às valências da Fundação ADFP, confessou estar “verdadeiramente deslumbrado pela pujança social, turística, humana, afetiva, terapêutica, da Fundação ADFP”, que não conhecia fisicamente, dia 9 de junho.

O Dr. Castanheira Neves vinha acompanhado por Helena Lages e Lina Duarte, duas advogadas da equipa, que tiveram como cicerone Nancy Rodrigues, do Gabinete de Imagem e Parcerias.

Nesta visita a convite de Jaime Ramos, Presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP, com quem posteriormente almoçaria no Restaurante Museu da Chanfana, Castanheira Neves fez questão de deixar "o meu profundo aplauso, com a certeza de que são obras desta dimensão que nos impulsionam e mobilizam para a dinâmica progressiva da vida, com a certeza de que é sempre possível superar as dificuldades”.

Tendo conhecimento do acolhimento feito pela Fundação a famílias sírias e sudanesa refugiadas, Castanheira Neves lembrou que se aproxima o dia 20 de junho, o “Dia do Refugiado”, e disse que “vai ser objeto de comemoração na Sede da Ordem dos Advogados em Lisboa, e desde já asseguro que ali darei eco público deste espaço de liberdade e afeto onde são acolhidos de uma forma espetacular alguns refugiados”.

Alfredo Castanheira Neves concluiria, afirmando que “na pessoa do grande obreiro e presidente desta Fundação, Dr. Jaime Ramos, o meu sincero e vivo reconhecimento pela capacidade invulgar de realização e de sonho, que esta obra encerra”.

A Fundação ADFP trabalha desde há anos com as pessoas mais excluídas da sociedade, e que enfrentam situações de menor respeito pelos seus direitos, como são os doentes mentais, os refugiados de situações de guerra e os "sem-abrigo", vitimas extremas do drama da desigualdade.