Animação de loading

Presidente da Câmara de Miranda proíbe publicidade ao Hotel Parque nos equipamentos do Mirandense

Parcerias

O Hotel Parque 4*, o Parque Biológico da Serra da Lousã e o Clube Atlético Mirandense (CAM) pretendiam que os equipamentos da equipa sénior fossem veículo publicitário do maior e melhor conjunto turístico do concelho de Miranda.

O Mirandense conseguia com este acordo fazer face a despesas, viabilizando melhor o seu projecto desportivo e promovendo o concelho.

O Hotel e o Parque investiam em publicidade para conquistar mais visitantes e turistas através da imagem nos equipamentos da equipa sénior do Mirandense.

O Presidente da Câmara, Miguel Baptista, proibiu o Mirandense de fazer este acordo com o Hotel /Parque Biológico da Serra da Lousã.

Para compensar o Mirandense dos prejuízos assumiu atribuir um subsídio extra de mais 4 mil euros ao Mirandense.

Lembramos que desde a época passada os equipamentos das camadas jovens do Mirandense divulgam a marca Hotel/Parque Biológico da Serra da Lousã, facto que pelos vistos não agrada ao edil.

Receamos que esta moda pegue e passem a ser os Presidentes de Câmara a "municipalizar "os clubes impondo as empresas que podem publicitar a imagem nos equipamentos.

No caso de Miranda o Presidente assume o direito de proibir uma empresa do concelho de fazer publicidade, conquistando clientes e atrair turistas á região, criando mais postos de trabalho.

O Hotel Parque e o Parque Biológico constituem o melhor equipamento turístico do concelho e a maior atração turística.

Recordamos que o jornal Expresso considerou o Parque Biológico uma das seis maravilhas da Região Centro. Reúne a melhor mostra de vida selvagem de Portugal, Ecomuseu Espaço da Mente e ao Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais e essa próximo de atingir os 190 mil visitantes.

Ambos são empreendimentos da Fundação ADFP, Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, instituição reconhecida como de utilidade pública.

O Parque Biológico é também um projecto inovador de inclusão social onde grande parte do trabalho de manutenção, jardinagem e maneio dos animais é feito por pessoas vítimas de exclusão, portadores de deficiência ou doença mental. O Parque Biológico tem visto reconhecido o seu mérito obtendo repetidamente Primeiros Prémios a nível nacional pelas suas boas práticas e inovação social e cultural.

Razões do Presidente

Segundo os dirigentes do Mirandense o Presidente terá considerado que o Hotel do Parque e o Parque Biológico da Serra da Lousa, sendo os patrocinadores da Equipa Sénior do Mirandense poderiam ofuscar ou relegar para segundo plano o apoio que a Câmara vai dar ao CAM.

O edil terá mesmo afirmado, segundo o testemunho dos dirigentes do CAM, que seria o "Dr. Jaime Ramos a beneficiar do apoio que a Câmara está a conceder ao Mirandense o que não pode acontecer”.

A camara deveria incentivar as pessoas e as empresas a apoiarem as instituições locais .Com medo de ser ofuscado o Presidente opta por proibir esses apoios e parcerias promovendo o isolacionismo que impede o desenvolvimento do concelho. Todas as Câmaras vizinhas, de Condeixa a Lousã, Penela ou Pampilhosa, apoiam de promovem os seus hotéis. Em Miranda a câmara proíbe a promoção turística do concelho.

Nepotismo municipal

O Hotel Parque Serra da Lousa, unipessoal, Lda. não pode aceitar que o Presidente da Câmara de Miranda se comporte desta forma despótica.

Esta atuação sectária do Presidente da Câmara explica a razão por que a Fundação ADFP tem enfrentado sucessivos obstáculos burocráticos nos diferentes projectos que tenta desenvolver no concelho.

Nota final: votos de sucesso para o Mirandense

A Fundação ADFP e a empresa Hotel Parque Serra da Lousa, Lda., compreendem que o Mirandense, devido à débil situação financeira, tenha de aceitar as imposições do Presidente da Câmara.

Perante a situação criada a empresa Hotel Parque Serra da Lousã Lda. deseja ao Mirandense, sócios e dirigentes, que consigam voltar a dar ao Mirandense a importância que historicamente teve, a nível de futebol sénior, no panorama desportivo distrital.

O Hotel Parque Serra da Lousa Lda. deseja que outras empresas decidam, no âmbito das suas actividades publicitárias, colaborar com o Mirandense esperando que não sejam alvo da senha persecutória do Presidente da Câmara.

Comentários