Animação de loading

Plantadas 20 árvores no Parque Biológico da Serra da Lousã

Graças a parceria entre Lousitânea e Fundação ADFP

Vinte novas árvores foram plantadas por crianças do Lar de Infância e Juventude da Fundação ADFP e uma técnica da Lousitânea, no Parque Biológico da Serra da Lousã, dia 20 de Fevereiro.

 

Todas as árvores são autóctones da Serra da Lousã, objectivo da Lousitânea (Liga Amigos da Serra da Lousã), que pretende divulgar o seu projeto fornecendo árvores para reflorestação do Parque.

 

Na Lousiânea, o Núcleo da Maternidade de Árvores do Ecomuseu Tradições do Xisto é um espaço de educação ambiental onde é possível conhecer e participar no processo de reprodução de espécies autóctones (plantas, arbustos e árvores) para plantação futura na Serra da Lousã.

 

Trata-se de espécies raras ou em extinção como azereiro, azevinho, azinheira, carvalho alvarinho e negral, carvalhiça, castanheiro, folhado, gilbardeira, medronheiro, loureiro, sobreiro, pseudo-plátano, teixo, ulmeiro, pinheiro manso, tramazeira, entre muitas outras, contribuindo assim para o aumento da biodiversidade"

 

As árvores produzidas não se destinam exclusivamente à venda comercial e têm como destino a plantação na natureza e no espaço geográfico da Serra da Lousã de forma gratuita e voluntária. Estas plantações são selecionadas de acordo com a importância ecológica dos locais propostos e das parcerias existentes.

Comentários