Animação de loading

Participaram no Dia Nacional do Pijama

309 crianças da Fundação ADFP

309 crianças frequentadoras do ensino pré-escolar e do 1º ciclo, da Fundação ADFP, em regime de internato e externato, participaram no Dia Nacional do Pijama, este ano comemorado um dia depois, a 21 de Novembro.

No Dia Nacional do Pijama as crianças foram à escola ou instituição vestidas de pijama, para relembrarem a todos que uma criança tem direito a crescer numa família. Mais do que um dia para celebrar, esta é uma verdadeira missão, com uma vertente lúdica, educativa e solidária, que se prolongou de 24 de Outubro a 21 de Novembro. Todas as escolas e instituições que aderiram a esta causa, passaram a ser designadas Escola Pijama e recebem um diploma por cada edição em que participam.

A Fundaçao ADFP tem uma particular sensibilidade para esta temática da família das crianças. Há cerca de 2 décadas, quando criou uma residencia para crianças "sem familia", abandonadas, negligenciadas ou vitimas de violência, o fez admitindo irmãos dos dois sexos permitindo que continuassem a viver e a crescer juntos.

A Fundaçao foi uma das organizações pioneiras nesta criação de respostas residenciais conjuntas para os 2 sexos evitando separar rapazes e raparigas, irmãos, quando em situações de emergência social, como eras habitual nas soluções de lares separados para meninas e meninos. Na mesma altura criou uma residencia para mães com filhos, em situação de pobreza. Com esta resposta a ADFP evita que situações problemáticas a nível social e económico imponham a separação das mães dos filhos. Estas inovações sociais da ADFP mais justificam que se associe ao Dia nacional do Pijama.

Este ano, Agir foi o padrinho musical da Missão Pijama. Recriou uma das suas mais adoradas músicas para o Dia Nacional do Pijama, e Cifrão (padrinho artístico) concebeu uma dança. A nova dança-canção foi oferecida a todos as escolas e instituições participantes, podendo servir de inspiração e ponto de partida para as crianças e equipa educativa (e também os pais) ensaiarem e fazerem o seu próprio número. O vídeo da dança coreografada pelo Cifrão foi publicado no You Tube e a ligação e ficheiro do mesmo foram enviados por e-mail para todas as salas.

Comentários