Animação de loading

Para Nuno Ribeiro Ferreira o trabalho social desenvolvido é “esmagador”

Diretor-adjunto da ANA e Aeroporto Humberto Delgado na Fundação ADFP

Nuno Ribeiro Ferreira, Diretor-adjunto da ANA e Aeroporto Humberto Delgado (Lisboa) após uma visita à Sede da Fundação ADFP de Miranda do Corvo, considerou “esmagador” o trabalho social de inclusão aqui desenvolvido: “é de uma dimensão que não se tem a noção, a não ser cá vindo”.

Recebido por Nancy Rodrigues, do Gabinete de Imagem e Parcerias, Nuno Ribeiro Ferreira trouxe consigo Nélia Parreira, técnica de recursos humanos, Marisa Olim, técnica da área da responsabilidade social e Maria de Fátima Luz, técnica de logística, com o objetivo não só de conhecer a Fundação, como também de obter o máximo de informação possível sobre o Templo Ecuménico Universalista.

O motivo da visita é a futura criação de um espaço espiritual no Aeroporto Humberto Delgado:

“Viemos aprender a génese e como se concetualizou o projeto do Templo, como foi levado a cabo e o tornaram realidade”, afirmou Nuno Ferreira.

“No aeroporto ainda não temos o espaço ecuménico, local de espiritualidade, está em projeto, pensamos nisso há muitos anos e é algo que queremos, agora que o crescimento do número de passageiros tem sido muito forte. Por isso ao visitar a Fundação e o Templo recebemos conhecimento e viemos aprender com quem já fez e fez bem”, acrescentou ainda.

Após ter visitado o Espaço da Mente, onde se encontrou com Jaime Ramos, o Presidente do Conselho de Administração, com quem almoçou, a par de Rui Ramos, Director Executivo da Fundação, Nuno Ferreira e a sua comitiva visitaram também o Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais, antes de irem conhecer o Templo.

Durante o almoço foram abordadas entre as partes, várias formas de cooperação em relação não só ao espaço espiritual a construir no aeroporto da capital, como em termos de divulgação e projeção da obra, no sentido de se ancorar o turismo religioso.

Recorde-se que é já em Abril que o Templo Ecuménico Universalista, inaugurado a 11 de Setembro de 2016, em homenagem a todas as vítimas de atos terroristas, abre os seus portões ao público.


Comentários