Animação de loading

No Dia Internacional da Conservação da Natureza - Idosos da Residência Cristo Redentor foram ao Jardim Botânico

Um grupo de idosos da Residência Cristo Redentor, no Senhor da Serra, comemorou o Dia Internacional da Conservação da Natureza, com uma visita ao Jardim Botânico de Coimbra, dia 28 de julho.

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, localizado no coração da cidade desde 1772, por iniciativa do Marquês de Pombal, promove no domínio educativo, programas de educação ambiental e cultural, sensibilizando os cidadãos para questões ligadas às temáticas ambientais, e à adoção de comportamentos cívicos.

Durante a visita ao Jardim Botânico, os idosos aproveitaram para ver a exposição de fotografia “Fotossíntese – o jardim porque nos visita” – uma exposição de fotografias de visitantes, com diversas fases da história deste espaço.

O Jardim Botânico é também um espaço de tranquilidade, repleto de recantos que nos convidam simplesmente a um passeio, e daí foi escolhida a ida ao local ideal para visitar no dia mundial da conservação da natureza. O objetivo foi o de consciencializar as pessoas para os problemas da mãe natureza, e para a necessidade urgente da sua conservação. O Dia Internacional da Conservação da Natureza foi criado por Assembleia Geral da ONU, e em Portugal a data foi instituída pela resolução nº 73/98 neste mesmo dia, para celebrar o aniversário da fundação da LPN (Liga para a Proteção da Natureza).

A Residência Cristo Redentor, inaugurada a 1 de Outubro de 2011, integra o Centro Social Comunitário do Senhor da Serra, do qual também faz parte uma creche, ambos fruto do investimento da Fundação ADFP, da cedência dos terrenos pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo, e de fundos europeus no âmbito do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional).

Deve-se, assim, facilitar o acesso desta nova terceira idade a todo o tipo de atividades, não só pelo lazer, mas essencialmente porque este é o caminho para a mudança de conceção do próprio idoso e da sociedade sobre o processo de envelhecimento.

Tendo em conta a nossa realidade social, hoje defende-se a participação e a vida ativa da terceira idade, devendo-se inserir os idosos nos eventos locais, de forma a marcar o seu papel na sociedade, como foi esta visita ao Jardim Botânico da Universidade de Coimbra.