Animação de loading

Magusto intergeracional na Residência Cristo Redentor

Crianças da creche e idosos conviveram no Senhor da Serra

Com crianças da creche e idosos do lar em pleno convívio entre gerações, festejou-se o Magusto, recuperando práticas tradicionais e revivendo costumes, no Centro Social do Senhor da Serra.


O Magusto esteve a cargo dos colaboradores e os actuais nove utentes do lar, com castanhas, arroz doce, bolos, biscoitos feitos pelas onze crianças da creche, jeropiga, sumos e água.


Durante o mês de Novembro os idosos realizaram diversos trabalhos sobre este festejo, os quais fizeram parte da decoração do refeitório, assim como as pinhas apanhadas na véspera, tentando-se reconstituir um ambiente à moda antiga, com sons populares.


O contacto entre idosos e crianças foi extremamente positivo, tendo havido meninos que acompanharam os idosos, de mão dada, entre o refeitório e a sala de convívio no final do lanche. No final as crianças da creche ofereceram um trabalho realizado por elas à Residência Cristo Redentor, o qual está exposto na nossa sala de convívio.


Festa popular, o Magusto junta amigos e famílias à volta de uma fogueira onde se assam castanhas e bebe-se a jeropiga, água-pé ou vinho novo, tradicionalmente no Dia de S. Martinho.


A celebração do magusto está associada a uma lenda, a qual dizia que um soldado romano, mais tarde conhecido por Martinho de Tours, ao passar a cavalo por um mendigo quase nu, como não tinha nada para lhe dar, cortou a sua capa ao meio com a sua espada. Estava um dia chuvoso e diz-se que, neste preciso momento, parou de chover, derivando daí a expressão Verão de São Martinho.


O bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes procedeu à bênção oficial da Residência Cristo Redentor no passado dia 13.

Comentários