Animação de loading

Jantar de Natal

Fundação ADFP

A Fundação ADFP decidiu não realizar em 2010 o habitual jantar de Natal destinado a colaboradores, dirigentes e amigos dado o clima de crise financeira instalado em Portugal.


A ADFP vai continuar a realizar as tradicionais festas de Natal no âmbito das diversas valências para os seus utentes: crianças, jovens, pessoas com deficiência ou doença ou mental. Somos um país de cultura cristã onde se deve estimular o espírito de fraternidade e de amor ao próximo.


Anualmente a instituição tem organizado um jantar de aniversário e um jantar de Natal destinados a colaboradores e dirigentes.


O Jantar do 23º aniversário teve lugar no passado dia 6 de Novembro de 2010. As dificuldades vividas por muitas famílias, especialmente as atingidas pelo desemprego, e a pandemia social com cerca de 2 milhões de portugueses pobres obriga a ADFP a manifestar a sua solidariedade a todas as famílias em dificuldade, cancelando o tradicional jantar de Natal.


È ofensivo que alguns continuem a aderir ao consumismo desenfreado na Quadra Natalícia, com gastos supérfluos, quando muitas anilais enfrentam a pobreza e o país vive em crise.
 

Nos próximos anos, enquanto Portugal não ultrapassar a crise económica, a ADFP decide realizar só um dos tradicionais jantares, de Aniversario ou de Natal. Tendo realizado a festa de aniversário a ADFP cancela o jantar de Natal que será em princípio retomado em 2011.


Perante a crise compete á ADFP reforçar o rigor da sua gestão e adoptar um espírito de combate ao desperdício que permita que a Fundação continue a desempenhar um importante papel de apoio aos mais carenciados.


Recordamos que o Presidente do Conselho de Administração pediu aos trabalhadores, nas comemorações do 23º aniversário, que todos apoiassem a dinamização de uma gestão mais eficiente que permita fazer ainda melhor apoio social com menos recursos.
 

A crise nacional combate-se com poupança, evitando desperdícios e consumos desnecessários, e aumentando o esforço individual e colectivo numa maior produção, seja de bens transaccionáveis seja de serviços nomeadamente sociais.

Comentários