Animação de loading

Investigadores do Centro de Estudos Sociais (CES) visitaram Fundação ADFP

No âmbito das atividades do Centro de Estudos do Trabalho e Intervenção Social

 No âmbito das atividades do CETIS – Centro de Estudos do Trabalho e Intervenção Social o Professor Doutor Pedro Góis (Universidade do Porto, Universidade de Coimbra, Investigador do CES), acompanhado por três Professores – Doutor José Carlos Marques (Instituto Politécnico de Leiria e Investigador do CES), Doutora Carla Valadas (Universidade de Coimbra, Investigadora de Pós-Doutoramento no CES) e a Mestre Ana Inês Vicente (Universidade Nova de Lisboa, Investigadora do CES) – visitaram a Fundação ADFP, no dia 6 de março.
O convite do CETIS foi para conhecerem a realidade da Fundação ADFP e das suas boas práticas de plena inserção dos grupos populacionais mais desfavorecidos e vulneráveis.
A visita teve os seguintes objetivos: fortalecer e tornar mais produtivas as redes e sinergias de colaboração e interação já existentes, fomentar boas práticas, intercâmbios e relações de cooperação entre as instituições governamentais, não-governamentais e sociedade, assim como estabelecer novos contactos e formar parcerias úteis e duradoiras para os futuros projetos, programas e intervenções, como por exemplo Candidaturas para o Programa Europa 2020, entre outros.
O grupo, que teve como cicerones Fátima Ramos, Dalila Salvador, Nataliya Bekh e Fernando Marques, percorreu as valências do Centro Social Comunitário até meio da manhã, altura em que se lhes juntou o presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP Jaime Ramos, com quem visitaram o Espaço da Mente e almoçaram no restaurante Museu da Chanfana.
Pedro Góis referiu que a Fundação ADFP tem muitas potencialidades e que as suas boas práticas deveriam ser disseminadas, salientando que os Projetos “Reinstalação de Refugiados” e “Mentes Brilhantes”, entre outros, poderiam dar reconhecimento até a nível internacional.
Foram apresentadas várias sugestões, recomendações e propostas para cooperação futura.
 Pedro Góis é um cientista de reconhecido mérito ao nível nacional e internacional que recebeu o Prémio Fernão Mendes Pinto 2012, atribuído pelo Instituto Camões, Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) e Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Comentários