Animação de loading

HOTEL PARQUE SERRA DA LOUSÃ RECEBE NOVAMENTE GALARDÃO GREEN KEY

Unidade hoteleira distinguida pelo quinto ano consecutivo

15 Julho 2022 | Turismo

O Hotel Parque Serra da Lousã, em Miranda do Corvo, foi galardoado pelo quinto ano consecutivo com o prémio Green Key, galardão internacional que promove o Turismo Sustentável. A “chave verde” é atribuída a estabelecimentos turísticos e restaurantes que implementem boas práticas ambientais e sociais.  

Desde 2018 e até 2022 a unidade hoteleira tem demonstrado uma diminuição de desperdícios e consumos gerais.  

A Direção do Hotel procura, todos os dias, reforçar a sua atuação nesta área: “A postura do Hotel Parque Serra da Lousã não poderia ser diferente, tendo em conta a missão da instituição proprietária da unidade – a Fundação ADFP, e também tendo em conta a proximidade e a relação com o Parque Biológico”.  

O Hotel Parque Serra da Lousã e o Restaurante Museu da Chanfana, o Parque Biológico da Serra da Lousã, o Templo Ecuménico Universalista, bem como o Conimbriga Hotel do Paço e Restaurante Gavius, fazem parte do projeto de "Turismo com Propósito Social", e tendo em conta toda a envolvência do Hotel, dão primazia e reforçam as boas políticas ambientais e sociais efetuadas por todas os setores da Fundação ADFP. 

Os candidatos ao Galardão passam, depois de se candidatarem, por uma longa fase de avaliação com visitas de inspeção. A atribuição é feita aos estabelecimentos que 

mostrem valorizar a gestão ambiental e promovam a Educação Ambiental para a Sustentabilidade.   

A atribuição do prémio é da responsabilidade da Foundation for Environmental Education (FEE) que tem sede na Dinamarca. Em Portugal a coordenação cabe à 

Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e conta com o apoio de diversas entidades nacionais públicas e privadas. 

Localizado a menos de 20 minutos da cidade de Coimbra e da belíssima aldeia de xisto do Gondramaz (uma das 7 Maravilhas de Portugal na categoria das Aldeias Remotas), o Hotel Parque possui 40 quartos, dos quais 3 suites, 3 quartos comunicantes e ainda 9 quartos adaptados para pessoas com mobilidade reduzida.  

Junto ao Hotel, e para além da agradável rede de percursos pedestres, localiza-se o Parque Biológico da Serra da Lousã, a maior amostra nacional da fauna e flora existentes na Península Ibérica. Contando com espécies como cervídeos, linces, lobos ibéricos, ursos pardos, aves de rapina, raposas, entre outras, o Parque Biológico inclui ainda uma Quinta Pedagógica, um Centro Hípico e uma zona museológica.  

O Templo Ecuménico Universalista, inaugurado a 11 de setembro de 2016, é um espaço único no mundo, aberto aos crentes de todas as religiões e, ainda, aos ateus e agnósticos. Situado no cimo da colina, este espaço carregado de simbolismo e mensagem faz parte do Trivium, um conceito imaterial onde o Parque Biológico lembra a igualdade da Vida, o Ecomuseu Espaço da Mente exige a Liberdade, e o Templo ecuménico apela à Fraternidade com a Natureza. 

Todos estes investimentos são propriedade da Fundação ADFP, a mais eclética e inovadora organização nacional, instituição sem fins lucrativos e de interesse público que, através da aposta no setor do turismo, agora projetado como "Turismo com Propósito Social", procura financiar as suas múltiplas respostas sociais naquela que é uma das mais inovadoras Instituições do Terceiro Setor no território nacional e europeu. 

Comentários