Animação de loading

Fundação ADFP recebeu o prémio da EDP e Revista Visão no Museu da Eletricidade

Mentes Brilhantes recebeu prémio em Lisboa

O Museu da Eletricidade em Lisboa foi palco da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores do concurso “Todos queremos um bairro melhor”, iniciativa da Comunidade EDP e da Revista Visão. A sessão iniciou-se com a presença do Diretor Comercial do Grupo Impresa, Martim Avillez, que salientou a importância dos projetos no sentido de construir uma sociedade melhor aproximando as pessoas e melhorando a sua qualidade de vida.
A delegação da Fundação ADFP foi liderada por Jaime Ramos, presidente do CA, do Coordenador Fernando Marques ,gestor do projeto José Simões e psicólogo Hugo Vaz. O projeto Mentes Brilhantes alcançou o prémio máximo atribuído às ideias vencedoras num valor monetário de 5000 euros.
O concurso, que contou com o Alto Patrocínio da Presidência da República, premiou as 10 melhores ideias num universo de 324 candidaturas submetidas a concurso oriundas de Norte a Sul do país.
O galardão foi entregue pelas mãos de Miguel Stilwell do Conselho de Administração Executivo da EDP e do Diretor da Revista Visão, Pedro Camacho, que destacaram a inovação e qualidade do projeto.
Durante a cerimónia houve ainda espaço para um painel de discussão sobre ideias para um bairro melhor. Na ocasião, Álvaro Covões, Managing Director of Everything is New, e responsável por trazer a Portugal grandes nomes do panorama da musica internacional, referiu que “em Portugal faltam projetos capazes de detetar talentos e potenciar as capacidades dos jovens”. É precisamente este o objetivo principal do Mentes Brilhantes.
Jaime Ramos deu como exemplo a deteção de talentos feita no futebol, tendo como expoente máximo Cristiano Ronaldo. “Se ninguém tivesse reparado nele provavelmente não era o sucesso que é hoje. Então porque não procurar também os talentos nas artes, literatura ou ciências…?”.
A Instituição de Miranda do Corvo, lançou este ano lectivo o projeto Mentes Brilhantes que visa potenciar os talentos e capacidades dos alunos do concelho. Até ao momento, o projeto que envolve mais de cem crianças desde a Pré-escola ao 1.º Ciclo Básico, tem granjeado enorme sucesso e tem já sinalizados crianças dotadas de excelentes capacidades.
A comunidade escolar tem reconhecido diariamente o sucesso deste projeto na potenciação das competências das crianças, o que impele a Fundação ADFP a admitir o alargamento da sua intervenção a outras escolas do Concelho e a outros ciclos de estudo caso consiga apoios institucionais.

 

Comentários