Animação de loading

Fundação ADFP recebeu Menção Honrosa

Prémios “Nunes Correa Verdades de Faria” distinguem cuidados a idosos

Personalidades que se destacaram no cuidado a idosos e no progresso da medicina e dos tratamentos das doenças do coração dos mais velhos, receberam na Residência Faria Mantero, os Prémios Nunes Correa Verdades de Faria, atribuídos pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), no âmbito das comemorações do seu 517.º aniversário, 26 de junho.

A Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional (ADFP), instituição de utilidade pública com 27 anos de experiência no apoio aos mais carenciados e no combate à pobreza, sobretudo, às pessoas vítimas de exclusão social e/ou carência económicas recebeu uma menção honrosa pela sua atividade.

Presta igualmente apoio a crianças, jovens, adultos e idosos, com valências destinadas a pessoas com deficiência ou doença mental, sem-abrigo, mulheres grávidas e/ou com filhos vítimas de violência, imigrantes ou minorias étnicas.

Presente na cerimónia, o Provedor Pedro Santana Lopes referiu a importância destes galardões pelo “impacto, pela origem e pelos objetivos”, sublinhando que a criação dos prémios – condição do benemérito Mantero Belard que deixou os seus bens à Santa Casa – traduz o “bom nome e a credibilidade” da instituição, “um dos maiores legados” que esta possui e que é preciso “guardar escrupulosamente” salientou.

Referindo-se especificamente aos premiados e elogiando o trabalho que desenvolvem e a exigência da sua missão, o Provedor referiu a necessidade de ir sempre “mais além” no âmbito da vertente do envelhecimento e frisou: “Tudo o que fazemos é por causa de quem não está aqui.”

Os Prémios Nunes Correa Verdades de Faria foram criados para cumprir a vontade expressa em testamento pelo benemérito Enrique Mantero Belard. São entregues todos os anos a pessoas de qualquer nacionalidade que, em Portugal, mais tenham contribuído pelo seu esforço, trabalho ou estudos para as três áreas de intervenção por ele definidas: o cuidado e carinho dispensado aos idosos desprotegidos; o progresso da medicina na sua aplicação às pessoas idosas e o progresso no tratamento das doenças do coração.

Comentários