Animação de loading

Fundação ADFP convida Sua Santidade o Papa Francisco

Para conhecer instituição mirandense e inaugurar o Templo Ecuménico Universalista

A Fundação ADFP de Miranda do Corvo enviou um convite a Sua Santidade o Papa Francisco, para vir conhecer a instituição e presidir à inauguração do Templo Ecuménico Universalista num ofício enviado a quatro de Abril para o Palácio Apostólico na Cidade do Vaticano.


Após uma breve caracterização da Fundação, o ofício refere que “não podíamos deixar de convidar Vossa Santidade, na defesa da união e diálogo entre Igrejas” e cita o próprio Papa Francisco:


“O debate sereno e a partilha fraterna” entre as Igrejas é uma forma de aproximar as pessoas pelo que as une na vida, fé e espiritualidade, em detrimento do que as separa ou divide. O diálogo antirreligioso é importante para a promoção da Paz, e superação de “secularismo e indiferença” de algumas comunidades.


“Queremos partilhar com Vossa Santidade, que em 2015 iniciámos a construção de um Templo Ecuménico e Universalista em Miranda do Corvo. Será inaugurado no dia 11 de Setembro de 2016, data recordada como símbolo do fanatismo e da intolerância religiosa e cultural. Nesta data o Mundo foi confrontado com um dos maiores atentados à vida humana em Nova York. Faleceram quase 3000 pessoas de 70 nacionalidades”, pode ler-se no ofício da Fundação.


“O Templo, e todas as iniciativas que gerar – acrescenta – serão a melhor forma de homenagear todas as vítimas do fanatismo por motivação religiosa ou diferença étnico-cultural. O Templo pretender ser um monumento dedicado à tolerância e ao respeito pela diferença. Não temos como objetivo promover alguma “seita” ou defender qualquer sincretismo religioso. Pelo presente tomamos a liberdade de convidar V.Exª a visitar a nossa instituição e o Templo. Seria para nós uma imensa honra poder ter Vossa Santidade a presidir à inauguração ou a uma cerimónia religiosa ecumênica ".


No ofício, em que caracteriza-se a Fundação, o Parque Biológico da Serra da Lousã e o Espaço da Mente, há também outra referência mais detalhada sobre o Templo Ecuménico Universalista.


“Será um Templo destinado à reflexão Espiritual de pessoas de diferentes religiões, aberto a não crentes, promovendo valores fundamentais da humanidade e das religiões, como a Verdade, a Bondade e a Moral”, refere o ofício.


“O Templo promove a sabedoria, a fraternidade, a tolerância e o respeito pelos diferentes. É uma homenagem ao Homo Sapiens, criador da espiritualidade, da fraternidade e da busca da verdade. Vai ter referências com grande simbolismo histórico. As medidas do Templo Salomão estarão representadas, bem como um labirinto templário das catedrais medievais”, acrescenta.


“Salientamos que o Projeto Parque Biológico da Serra da Lousã-Templo Ecuménico Universalista, foi escolhido em 2014, para representar Portugal no Prémio Internacional da UNESCO “Madanjee Sinnngh para a promoção da tolerância e não violência”, conclui o convite.

Comentários