Animação de loading

Fundação ADFP assinou protocolos com Câmara e UGT Coimbra

Em Miranda do Corvo

A Fundação ADFP assinou um protocolo com a Câmara Municipal e outro com a UGT Coimbra, o primeiro para um Centro de Estudos na área do empreendedorismo, criação de emprego e combate à exclusão social e, o segundo, que inclui também o programa do governo para a área social, CLDS (Contrato Local de Desenvolvimento Social de Miranda do Corvo) “Trilhos do Futuro", dia 26 de Agosto à tarde.
 
O vereador Sérgio Seco foi o anfitrião do presidente da UGT Coimbra, Ricardo Pocinho, do presidente da Fundação ADFP, Jaime Ramos, da coordenadora do CLDS, Dalila Salvador e de Fernando Marques, coordenador da Formação Profissional da IPSS mirandense.
 
No primeiro protocolo, o município cedeu à Fundação ADFP uma sala no renovado mercado municipal, pelo período de três anos automaticamente renovável e a título gratuito,  para instalação do Centro de Estudos em parceria com a UGT Coimbra, que é a entidade promotora.
 
Fundação ADFP, UGT Coimbra e CLDS (Contrato Local de Desenvolvimento Social de Miranda do Corvo) “Trilhos do Futuro”, o qual disporá de um gabinete com duas salas também no mercado municipal, assinaram o segundo protocolo. Destina-se a potenciar a cooperação entre as duas instituições, através das atividades desenvolvidas pelo Gabinete Emprego, Qualificação e Empreendedorismo e Centro de Recursos, dos “Trilhos do Futuro”, e pelo Centro de Estudos: projetos de investigação, formação e campanhas de informação e sensibilização, e outras actividades no âmbito do combate ao desemprego e inclusão laboral de desempregados de longa duração, com ou sem necessidades especiais.
 
CLDS "Trilhos do Futuro" e UGT Coimbra partilharão as respectivas imagens, divulgação e apoio das actividades (cursos de formação ou ações de intervenção, projetos de investigação, conferencias e seminários), recursos humanos e técnicos e parcerias, experiências e resultados decorrentes do seu envolvimento em redes de cooperação.
 
Dalila Salvador referiu que o programa "abrange emprego, qualificação e empreendedorismo, com  o Centro de Recursos vocacionado para famílias carenciadas e jovens". Para breve estão previstos protocolos com o Centro Educativo, Instituto Português da Juventude e Agrupamento de Escolas.
 
"A parceria com a UGT vai durar dois anos mas, caso haja verbas, o projecto, que tem  a Câmara como entidade promotora e a Fundação como entidade gestora, poderá ser prolongado", acrescentou.
 
Para Jaime Ramos"a ideia é conseguir que outras entidades, universadades e politécnicos participem neste protocolo em que a UGT é entidade promotora e a Fundação a gestora por ela solicitada"
 
"Agradeço o apoio da Câmara e espero que no futuro esse apoio continue. Antes do final do ano esperamos ter algumas actividades prontas", concluiu.
 
Após agradecer à Câmara Municipal a cedência das instalações, Ricardo Pocinho afirmou que "este projecto do Centro de Estudos (CE) era um dos baluartes do meu programa de acção", acrescentando que "a UGT vai arranjar-lhe outros parceiros, como o Instituto Superior de Contabilidade e Administração, interessados em pertencer a este consórcio".
 
"Uma das suas finalidades é fazer estudos, com universidades e politécnicos, até a nível distrital, em que este CE é parte integrante da UGT Coimbra", sulinhou, acrescentando que "teremos cursos de epescialização tecnológica que conferem acesso à universidade, daqui para todo o distrito acções de sensibilização, formação para desempregados, activos, e bolsas de formação".
 
Sérgio Seco, ao congratular-se com a assinatura dos protocolos, considerou "uma mais valia para o concelho e a região fazer algo para criar emprego e combater a exclusão social" e adiantou que a sala do Centro de Estudos "estará pronta dentro de 6 a 7 semanas":
 
"Para nós próprios, no Centro Empresarial e algumas empresas que ali estão, servirá de alavancagem também para novas empresas que ali queiram ir, com a participação do GAICE (Gabinete para a inovação, criatividade e empreendedorismo) também com grande sucesso", afirmou.
 
"O CLDS "Trilhos do Futuro", programa do governo, a Câmara Municipal  e a Fundação ADFP têm uma excelente técnica na coordenação, Dalila Salvador, virada felizmente para as pessoas", concluiu.

Comentários