Animação de loading

Extinta associação VIME faz doação à Fundação ADFP

Familiares e amigos de pessoas atingidas por doença mental apoiam ADFP

No passado dia 29 de Dezembro a associação VIME, instituição privada de solidariedade social, constituída por familiares e amigos de pessoas com doença mental, com sede em Coimbra, procedeu à doação do seu património final à Fundação ADFP, de Miranda do Corvo.


Foi com orgulho e gratidão que a Fundação ADFP recebeu este donativo, no valor de 4.674, 92 euros, que surge como reconhecimento, por parte da VIME, da “inestimável acção de apoio a pessoas afectadas pela doença mental que a instituição tem vindo a desenvolver”.


A VIME considera “notável tal acção, que nos conforta e anima, e de algum modo compensa a ineficácia e incapacidade das estruturas oficiais que têm o dever de concretizar as medidas aprovadas no Plano para a Saúde Mental, em curso”.


A extinção e liquidação da VIME fica a dever-se à “impossibilidade de dotar-se de infra-estruturas humanas e materiais indispensáveis à prossecução das suas actividades”.


De acordo com o comunicado emitido pela sua comissão liquidatária, esta associação sugere que a aplicação do donativo permaneça associada à VIME, IPSS, de modo a “permitir que os seus sócios tenham o gosto de sentir que, ao apoiar a Fundação ADFP, de certo modo e através dela permanecem ligados ao futuro de pessoas com doença mental”.
 

A Fundação ADFP, por sua vez, tem várias respostas na área da saúde mental. Em 2009, a Fundação ADFP lançou o Projecto Diferente/IgualMENTE como forma de comemorar e assinalar os 10 anos da Lei de Saúde Mental. Este Projecto foi recentemente premiado pelo Fórum Hospital do Futuro. O Diferente/IgualMENTE é um projecto inovador na área da saúde mental, uma vez que privilegia a manutenção das pessoas com problemas de saúde mental na comunidade. Tem como objectivos analisar, por um lado, a experiência da Fundação ADFP na área da saúde mental e, por outro, criar condições para o desenvolvimento de novas respostas de reabilitação psicossocial.

Comentários