Animação de loading

Espaço da Mente exibe exposição de fotografia

Dia Mundial Humanitário, com muita humanidade

No Ecomuseu Espaço da Mente, integrado no Parque Biológico da Serra da Lousã, está patente uma exposição de fotografias realizadas por crianças entre os 7 e os 14 anos. A coleção é composta por mais de três dezenas de fotos e estará em exibição até dia 2 de Setembro.

As crianças em valência de Centro de Atividades de Tempos Livros da Fundação ADFP protagonizaram um raide fotográfico, que espelha a intergeracionalidade e o humanismo patente na filosofia de funcionamento da organização. Como se tratou também do Dia Mundial Humanitário, os jovens fotógrafos foram desafiados a captar imagens que sugerissem valores humanos.

Partiram numa incursão pelas áreas sociais e de exterior, e de forma intuitiva e solidária dirigiram-se a outros utentes, com necessidades especiais e partilharam o momento. Nas imagens captadas, salta à vista a alegria da criança, o convívio entre gerações e grupos, o espírito de partilha dentro da instituição.

Vivem num mundo onde é muito evidente a intolerância à diferença, e no contexto de uma organização que fomenta na sua atividade e investimento a prática dos valores humanos, como é o caso do Templo Ecuménico Universalista a inaugurar no próximo dia 11 de setembro. O primeiro templo da Europa aberto a crentes de todas as religiões e ateus, contemplando um espaço espiritual, local de oração, e um observatório de religiões, com informações sobre todos os credos do Mundo.

É imprescindível que as ações fomentem a humanidade e o espírito de pertença na comunidade, especialmente entre os mais jovens.

Estas são as gerações futuras, e compete a todos estimular e fomentar o sentimento comunitário, com especial atenção aos direitos e deveres, independentemente das suas opções pessoais e diferenças.

Esta iniciativa foi organizada no âmbito do Clube UNESCO Trivium, em colaboração com o Centro de Atividades de Tempos Livres da Fundação ADFP.


Sobre o Espaço da Mente:

Em 2015, a Fundação ADFP inaugurou o Espaço da Mente, um ecomuseu etnográfico que homenageia a necessidade de liberdade do Homem, que, enquanto espécie, difere das outras pela capacidade de materializar o pensamento. A liberdade permitiu ao Homem evoluir e capacitar-se de ferramentas que permitiram a sua adaptação ao meio. A primeira evocada é a liberdade de amar e a última, de alma. Neste percurso apresentam-se as liberdades mais comuns: liberdade política, de pensamento, de imprensa, de religião, entre outras.

Criou o conceito filosófico Trivium, e que dá nome a um Clube UNESCO desenvolvido entre a organização e a Comissão Nacional da UNESCO, e que integra o Parque Biológico da Serra da Lousã, o Espaço da Mente e o futuro Templo Ecuménico Universalista. O Trivium é dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade: o Parque Biológico representa o corpo e a igualdade do Homem perante todos os seres vivos; o Espaço da Mente, o desenvolvimento da mente e a liberdade de pensar; o Templo Ecuménico representa o espírito e a fraternidade, independentemente da fé de cada um.

A construção de um Templo ecuménico universalista constitui a demonstração desta atitude da ADFP na promoção de uma sociedade mais humanista assente nos valores que transformaram a Europa num melhor local para se viver. Salientamos que o projeto Parque Biológico da Serra da Lousã / Templo Universalista, foi escolhido em 2014, para representar Portugal no Prémio Internacional da UNESCO MADANJEE SINNGH para a promoção da tolerância e não violência.


+ Centro de Atividades de Tempos Livres

O CATL da Fundação ADFP tem capacidade para 126 crianças até ao 3º ciclo, e destaca-se pelo facto de funcionar ininterruptamente em todos os dias úteis em horário prolongado das 7h30 às 19h30, com serviço de almoços. Durante o calendário letivo, para além do serviço de refeições escolares, proporciona apoio escolar com professores credenciados.

Na componente lúdica, a planificação integra particularmente atividades desportivas, cinema, piscina, e outras voltadas para o exterior.




Comentários