Animação de loading

Espaço da Mente acolhe Tertúlia sobre “Traços do Ecumenismo em Miranda do Corvo”

Parque Biológico da Serra da Lousã integra as comemorações do Dia Internacional dos Museus

As comemorações iniciam no dia 16 de maio, pelas 21 horas, com a abertura das portas do Parque Biológico da Serra da Lousã para uma visita guiada noturna e que integra o Espaço da Mente em mais uma Noite Europeia dos Museus.

No dia 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, pelas 16h30, o projeto Mentes Brilhantes vai liderar as atividades no Espaço da Mente, transformando-o num laboratório para os mais audazes e uma visita guiada para os brilhantes.

À noite, a Sónia Filipe, arqueóloga da Reitoria da Universidade de Coimbra e responsável do Clube UNESCO de Aveiro vai liderar uma tertúlia sob o tema “Traços do Ecumenismo em Miranda do Corvo: dos vestígios do passado à atualidade do Templo Ecuménico Universalista”. A Tertúlia decorrerá no Espaço da Mente e após um jantar no Restaurante Museu da Chanfana.

As atividades estão disponíveis por meio de inscrição prévia através do e-mail nancyrodrigues@adfp.pt .


Sobre o Espaço da Mente:

Em 2015, a Fundação ADFP inaugurou o Espaço da Mente, um ecomuseu etnográfico que homenageia a necessidade de liberdade do Homem, que, enquanto espécie, difere das outras pela capacidade de materializar o pensamento. A liberdade permitiu ao Homem evoluir e capacitar-se de ferramentas que permitiram a sua adaptação ao meio. A primeira evocada é a liberdade de amar e a última, de alma. Neste percurso apresentam-se as liberdades mais comuns: liberdade política, de pensamento, de imprensa, de religião, entre outras.

Criou o conceito filosófico Trivium, e que dá nome a um Clube UNESCO desenvolvido entre a organização e a Comissão Nacional da UNESCO, e que integra o Parque Biológico da Serra da Lousã, o Espaço da Mente e o futuro Templo Ecuménico Universalista. O Trivium é dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade: o Parque Biológico representa o corpo e a igualdade do Homem perante todos os seres vivos; o Espaço da Mente, o desenvolvimento da mente e a liberdade de pensar; o Templo Ecuménico representa o espírito e a fraternidade, independentemente da fé de cada um.

A construção de um Templo ecuménico universalista constitui a demonstração desta atitude da ADFP na promoção de uma sociedade mais humanista assente nos valores que transformaram a Europa num melhor local para se viver. Salientamos que o projeto Parque Biológico da Serra da Lousã / Templo Universalista, foi escolhido em 2014, para representar Portugal no Prémio Internacional da UNESCO MADANJEE SINNGH para a promoção da tolerância e não violência.


Sobre o projeto Mentes Brilhantes:

O Projeto Mentes Brilhantes da Fundação ADFP é composto por uma equipa pedagógica que atua com crianças do pré-escolar e do primeiro ciclo no sentido de valorizar e estimular o desenvolvimento de competências. Através de atividades laboratoriais e pragmáticas pretende-se incentivar a aprendizagem em áreas com baixo índice de sucesso, como a Matemática.

O projeto Mentes Brilhantes tem também como objetivo descobrir talentos nas crianças das escolas do concelho de Miranda do Corvo.

Este projeto foi o vencedor do Prémio Manuel António da Mota em 2015.

Comentários