Animação de loading

Escuteiros da ZAP Mondego Sul visitaram Parque Biológico

ESCUTEIROS DE COIMBRA USUFRUÍRAM DE UM DIA ANIMADO NO PARQUE BIOLÓGICO DA SERRA DA LOUSÃ

No passado sábado dia 16 de Abril, um grupo de 74 escuteiros da ZAP Mondego Sul, entre jovens e adultos, visitaram o Parque Biológico da Serra da Lousã e realizaram várias actividades.


O dia teve inicio com uma visita guiada ao parque, onde puderam ver mais de perto espécies autóctones como o Javali, o Veado, o Gamo, a Raposa, animais domésticos, labirinto de árvores de fruto, museu da tanoaria, oficinas de artesanato, entre muitas outras coisas.


Para além da visita, o dia foi pautado pela realização de diversas actividades. Experimentaram o tiro com arco, relembraram os jogos tradicionais como o jogo da malha, o jogo do saco, o jogo da mosca, entre muitos outros. Não faltou uma voltinha de cavalo e, ainda, fizeram alimentação a alguns dos animais da quinta pedagógica, fomentando desta forma a interacção com os mesmos.


Esta iniciativa permitiu a realização de um dia diferente, com uma envolvente de natureza, conheceram um pouco da fauna e flora portuguesa, experimentaram novas actividades e, ao mesmo tempo, apoiaram um projecto de inserção social importante para o concelho e a região.


Para além desta iniciativa, escolas e instituições têm optado por fazer visitas a espaços como estes, fomentando a interacção dos jovens com a natureza, os animais e as actividades ao ar livre.


Neste mesmo sábado visitaram ainda o parque um grupo da ARCIL, instituição de solidariedade social da Lousã, e realizou-se o VIII Capítulo da Real Confraria da Cabra Velha.


O Parque Biológico da Serra da Lousã (www.parquebiologicodaserradalousa.net), situado na Quinta da Paiva em Miranda do Corvo, constitui um espaço que visa a sensibilização da comunidade em geral (alunos, cidadãos anónimos, entidades públicas ou privadas) para a protecção de habitats (florestas, matos, rios) e sua fauna e flora autóctones (ou seja, animais e plantas originais do espaço português).
 

O Parque Biológico da Serra da Lousã integra a Fundação ADFP (Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional), instituição privada de solidariedade social, com 23 anos de existência, apostada na integração e desenvolvimento da pessoa com deficiência física, motora ou mental, que vê no ambiente e na ecologia temas capazes de conquistar resultados terapêuticos. Com o trabalho desenvolvido, designadamente, alimentação e cuidado de animais, observação do seu comportamento, limpeza de espaços, plantação de árvores e arbustos, concretizam-se pequenas maravilhas como a germinação de sementes; reprodução de javalis, cabras, ovelhas; produção de romãs; postura de ovos ou a floração de pessegueiros.


Para além desta iniciativa, o parque promove a oferta de bilhetes grátis aos aniversariantes que apresentem o seu bilhete de identidade no dia do seu aniversário e o apadrinhamento dos seus animais. Por apenas 60 € (sessenta euros) anuais qualquer pessoa poderá apoiar esta causa, recebendo os padrinhos um comprovativo da sua generosidade e um livre-trânsito que lhes permitirá visitar o parque e observar o animal que apadrinhou sempre que desejar. Os padrinhos estão simultaneamente a ajudar na causa da preservação da fauna e flora portuguesa e na sustentabilidade financeira deste projecto social.

Comentários